segunda-feira, 29 maio, 2017
Inicio >> Principal >> Entrevistas >> DMA entrevista Bonde2Cria

DMA entrevista Bonde2Cria

Dudu de Morro Agudo foi até Cascadura, na Casa 2 – Toka FK, para entrevistar o grupo de rap Bonde2Cria, formado por Marcus K-Lot, Eddi MC, Pedrinho e Bira, que há sete anos dividem os palcos e as letras de rap. O grupo que acaba de lançar seu mais novo disco, “A Nova Ordem Musical”, com 10 tracks produzidas por Du Brown durante todo o ano de 2014, se prepara para invadir as rodas de rima do Rio de Janeiro.

Com um novo estúdio funcionando à todo vapor em Cascaduda, suburbio do Rio de Janeiro, e com um time de peso, certamente todos nós vamos ouvir muito falar desse bonde de guerreiros no ano de 2015.

20150205-04-bonde2cria
Marcus K-Lot com seu opala

Como surgiu a ideia de montar o estúdio “Casa 2”?
Marcus K-Lot – Isso é uma longa história. Muita gente não sabe, mas eu sou opaleiro. De vez enquando eu até posto umas fotos dele lá no meu face. Eu comprei esse Opala pra transformar ele num LowRider, porque no Rio de Janeiro não tem LowRider, e eu sou amante desse bagulho, eu sou muito ligado à cultura mexicana.
Eu comecei a pesquisar preço na internet e vi que o bagulho ia ficar salgado, percebi que LowRider não é pra qualquer um.
Ao mesmo tempo tinha essa casa aqui, daí eu peguei o dinheiro que eu ia transformar meu carro num Low Rider, e montei esse estúdio aqui.
Estudei um pouco, contratei as empresas pra fazer todo tratamento acústico. Eu já tinha um contato direto com o DuBrown e com o KMKZ e chamei eles pra trabalharem comigo aqui.

Como surgiu o Bonde2Cria?
Marcus K-Lot – Eu estava gravando um CD solo, mas eu sou muito apegado a grupo. Por isso eu comecei a chamar os amigos pra fazer uma participação em algumas músicas. O Eddi MC por exemplo, ainda estava no Nocaute. Começamos a gravar a primeira música e daí chegou o Pedrinho, o Bira e o Heleno, que hoje não faz mais parte. A partir daí ficou “K-lot e o Bonde2Cria”. Então o Bonde2Cria que seria o nome do CD, acabou se tornando o nome do grupo.

Quem produziu o disco?
Marcus K-Lot – Foi o Du Brown. A gente chegava com as ideias e ele produzia. A gente contou com o apoio do amigo Bira, que é músico, daí a gente chegava com a letra e ele fazia o arranjo, então a gente já chegava no estúdio com a melodia da música pronta.

20150205-01-bonde2cria
Bonde2Cria: Marcus L-lot, Pedrinho, Bira e Eddi MC

 

Qual a música de trabalho?
Marcus K-Lot –
A música que a gente tá trabalhando é a Nova Ordem Musical, por que essa é porradão pra fazer em show, é bate-cabeça, os amigos gostam de cantar ela, é a hora que a galera se transforma. Mas pra fazer o clipe não é ela, já é uma outra que a gente acha que vai chamar mais a atenção, não só do público do rap.

Vocês tem essa preocupação de fazer o rap para outros públicos?
Marcus K-Lot – Sim, claro, pra outros públicos, até porque a gente não faz show somente em eventos de rap. Outro dia a gente fez show num encontro de teatro, um encontro cultural, daí fizemos um puta show, geral gostou.
Eddi MC – Tocamos também na FLUPP (Festival Literário das Periferias).
Tocamos na escola do meu filho, num evento de arte. Daí quando a gente vai vender o CD, percebe que a avó do garoto compra um, compra dois. Porque no trabalho do “Bonde 2 Cria” não há a pregação de uma coisa pesada, negativa. A gente fala de problemas sociais, das desigualdes, da realidade, mas a gente leva pro palco uma energia bem positiva, mostrando que a gente tá se divertindo e gostando do que estamos fazendo.

20150205-02-bonde2cria
Bonde2Cria

O que vocês estão pensando pra divulgar o disco?
Marcus K-Lot – Primeiro a gente quer dar um rolé em algumas rodas pra fazer a divulgação no CD, sendo que é meio complicado você ir em todas as rodas do Rio de Janeiro, porque nem todo mundo se preocupa com a qualidade de som. Ás vezes a gente é convidado pra tocar em algumas rodas, mas quando a gente chega só tem um computador e duas caixas, não tem como ligar os 04 microfones, por isso fica complicado de a gente ir em todas as rodas, mas as rodas que tem o material necessário pra gente se apresentar, a gente vai tocando, vai divulgando, vendendo o CD nas rodas.

Vocês são um grupo empreendedor. Vocês investiram dinheiro pra o disco e como pretendem recuperar essa grana?
Eddi MC – O primeiro disco financiou o segundo. O CD foi vendido a cinco reais e com a grana a gente foi pro estúdio do DuBrown pra gravar as faixas desse disco. Com esse disco nós queremos fazer o mesmo processo. Tocar em alguns eventos, vender a cinco pratas, com o dinheiro queremos fazer mais cópias, fazer videoclies… Já que fazer show de rap com cachê é difícil.

É difícil fazer show com cachê no Rio de Janeiro?
Eddi MC – Bem dificil! Com equipamento de qualidade e sem cachê já é dificil, você imagina com bom equipamento e com cachê?
Marcus K-lot – Na verdade tem muita gente que gosta de contar vantagem, o que mais você vê é gente mostrando que está bem pra caramba e não tá. Acho que isso não tem nada a ver. Todo mundo passa perrengue. Eu gosto de quem é real no rap e na vida.

20150205-03-bonde2cria
Bonde2Cria

Nesse processo de empreender, qual é a importância da internet?
Eddi MC – A gente procura sempre estar divulgando o nosso trabalho na internet. Usamos mais o youtube, temos uma fanpage no facebook e nosso blog https://bonde2cria.wordpress.com, que tem que tem nosso release, fotografias e músicas.

O que vocês indicam pras pessoas ouvirem?
Pedrinho – Eu estou ouvindo Blues. Tudo.
Eddi MC – Eu tô ouvindo o CD de samba do Rogê, que faz um baile na Lapa todo domingo. Ele é parceiro do Arlindo Cruz. Parceiro também do Seu Jorge naquela música: – Ela é amiga da minha mulher, pois é (canta…)
Marcus K-lot – Eu estou ouvindo muito as músicas que são feitas aqui no estúdio, tem muita gente da nova geração vindo gravar aqui.

Salve final pra quem leu a entrevista.
Eddi MC – Um salve pra todos os artistas que ralam pra caramba pra manter seu trabalho e acesa a chama e esperança da arte e do dom que Deus deu. É difícil pra caramba viver de música, até mesmo pra quem está na estrada há um tempão, imagina pra galera que não tem uma condição, não tem acesso, não tem um equipamento. Eu tenho que mandar um salve pra essa rapaziada toda e torço pra que continuem firmes na luta, continuem fazendo sua arte porque a arte é isso aí, arte é dificuldade, arte é alegria, arte é sonho, arte é isso tudo.

CONTATOS:
(21)9.8598-8412
producaob2c@gmail.com
https://bonde2cria.wordpress.com

Sobre Hulle Brasil

Hulle Brasil é uma startap que potencializa artistas e trabalha com base em três pilares: TERRITÓRIO, ETNIA & GÊNERO. Aqui no Portal Enraizados, nossa equipe gera conteúdo a partir destes pilares.

Além disso, veja

FLUP Pensa recebe Michel Melamed neste sábado

Poeta e performer abre a FLUP Pensa, na Mangueira, Zona Norte Carioca Michel Melamed abrirá …

Deixe um comentário

Paste your AdWords Remarketing code here