“Meu Bairro, Meu Ambiente”: novo projeto do Enraizados pretende causar uma transformação positiva em Morro Agudo através do protagonismo da juventude

Há aproximadamente 20 anos trabalhando efetivamente com a juventude de Morro Agudo, o Instituto Enraizados se lança em um ousado projeto que pretende mobilizar a juventude do bairro em prol da melhoria da qualidade de vida dos moradores.

Um dos objetivos do Instituto Enraizados é promover o protagonismo e a emancipação da juventude periférica, para tal a instituição pôs em prática, nos últimos anos, uma série de projetos utilizando o hip hop como mote para realizar debates em prol da melhoria do bairro e, consequentemente, deste movimento, surgiram as novas lideranças da comunidade.

Pensando em potencializar as ações no bairro, em busca de uma mudança de comportamento por parte dos moradores, os integrantes do Enraizados decidiram integrar alguns dos principais projetos da instituição em torno de um programa chamado “Meu Bairro, Meu Ambiente”, onde a ideia é mapear o bairro, identificar o que há de melhor, afim criar produções artísticas como documentários, exposições fotográficas, painéis de graffiti, videoclipes, músicas, campanhas e etc, realizadas pela juventude local, e divulgar através das redes sociais, sites, rádio, youtube, TV, etc.

Os participantes passarão por um intenso processo de formação, através de workshops de fotografia, jornalismo comunitário, cidadania, meio ambiente urbano, entre outros – que serão realizados em parceria com outras instituições e profissionais parceiros do Instituto Enraizados – e poderão então utilizar este conhecimento adquirido em prol do bairro.

Entretanto a ideia é também identificar aquilo que não está tão legal e propor soluções criativas e de baixo custo, em parceria com os moradores, os comerciantes do bairro e o poder público.

Dudu de Morro Agudo apresentando o projeto “Meu Bairro, Meu Ambiente”, durante a formação do Fundo Socioambiental Casa, em Brasília

Dudu de Morro Agudo, coordenador do projeto, buscando parcerias, conheceu o “Fundo Socioambiental Casa”, que, ao conhecer o projeto, reconheceu o valor da iniciativa e decidiu patrocinar, oferecendo inclusive uma formação em gestão, redes e comunicação, que aconteceu em Brasília no início do mês de agosto.

O projeto será dividido em duas etapas. Num primeiro momento serão selecionadxs 20 jovens com idade entre 15 e 29 anos de idade, moradores de Morro Agudo e adjacências (Cerâmica, Jardim Pernambuco, Posse, Ponto Chic, Compactor, Cacuia, Santa Eugênia, etc), que participarão de todo o processo formativo, das pesquisas de campo e da produção das atividades culturais e artísticas.

Em um segundo momento serão selecionadxs mais 20 pessoas, de qualquer idade, que também more em Morro Agudo ou adjacências (Cerâmica, Jardim Pernambuco, Posse, Ponto Chic, Compactor, Cacuia, Santa Eugênia, etc) para integrar a equipe e fazer parte dos GTs.

Quem estiver interessadx em participar, basta preencher o formulário de inscrição, clicando neste << link >>

SERVIÇO
O que é? Meu Bairro, Meu Ambiente
E as inscrições? Estão abertas de 22 de agosto até 29 de agosto
Como se inscrever? << aqui >>
Quem pode participar? Jovens com idade entre 15 e 29 anos, que more em Morro Agudo ou bairros vizinhos
O projeto dura quanto tempo? O projeto será realizado até o final do mês de dezembro, mas a ideia é que os GTs continuem.
Ainda tem dúvidas? Ligue para (21)4123-0102 ou envie-nos um email enraizados@gmail.com

Sobre Hulle Brasil

Hulle Brasil é uma startap que potencializa artistas e trabalha com base em três pilares: TERRITÓRIO, ETNIA & GÊNERO. Aqui no Portal Enraizados, nossa equipe gera conteúdo a partir destes pilares.

Deixe um comentário

Paste your AdWords Remarketing code here