Inicio >> Conteúdo >> Matérias >> Primeira mixtape solo de Pimpo$o, ‘Onze’ ganhou as ruas em junho de 2017

Primeira mixtape solo de Pimpo$o, ‘Onze’ ganhou as ruas em junho de 2017

Depois de adiar diversas vezes Pimpo$o finalmente soltou sua mixtape de estreia, onde tenta valorizar nossos nacionais esportivos de uma maneira musical.

Papo11”, é a intro, Pimp mostra para que veio e de onde veio, sempre procurando trabalhar e dar trabalho.  Essa conta com a produção de CARD.d\

Tempo” tem a colaboração do rapper  Marcão Baixada. Quase um ano e meio depois de ter sido idealizada, finalmente teve sua data de lançamento, ambos contam como o tempo passa e como as coisas acontecem de forma tão rápida. Curiosa foi a demora para o lançamento deste som, já que seu título é Tempo. Conta com a produção do próprio Marcão, e se encaixou para a sequencia da mixtape.

Futuro” é um trabalho completo do MOSA, além das participações de Alex Full e cvss tem também a produção de CARD, e uns toques de Eddu Chaves, que deu uma grande dinâmica para o som.
É seguida por “Chico Xavier”, onde Pimp descreve suas anotações feitas e o aprendizado que o caminho lhe trouxe até ali. Daí partimos para “Sem Sentido” produção de Li-o, membro da VERSUS, chegou de última hora para a mixtape, depois de alguns imprevistos, e mesmo essa reserva conseguiu dar conta do recado.

Em “Destilado” o rapper brinca com os lados que uma vida de artista independente tem, tendo além de seu lado artístico, pessoal e sua vida amorosa tem que lidar com um outro lado, o trabalho. Seguimos com “Camo” uma das faixas mais peculiares da tape, produção de GU$TAVERA da FreshKillMob, soa muito obscuro, Pimp mostra que está camuflado observando tudo que está acontecendo nessa cena.

“Neymar” soa como um Grime/Funk com produção de Eddu Chaves e Celo, brinca com problemas e habilidades de Neymar comparando a sí mesmo, tem a participação do CEO da Lowcliqueboys, Seithèn, que veio para finalizar como o atacante do Barça.

No topo, é assim que se sente Pimpo$o, junto com seus manos, descreve dessa forma no som “Poetas no Topo” nome que sugere muitas coisas, mas ele tende a passar um valor a quem está com ele nessa, e que o topo não é só onde muitos veem, as vezes também está camuflado ao lado de sua gang.

Piccolo” e “Romário” são os grandes singles dessa mixtape, e finaliza com chave dourada, por falar em chave, ambas contam com a produção do cara que tem as chaves, Eddu, criador do MOSA e também produtor executivo desse projeto, dá uma fim muito animado para a tape, papo de visão e de futuro.

Tudo isso soa muito bem, e deixa a entender que Pimpo$o está com seu nome aí, e promete muito mais (apesar de não fazer promessas).

 

Contato:

Sobre Beatriz Dias

DJ, fotógrafa e gerente de conteúdo do Portal Enraizados.

Além disso, veja

#ComSalarioDoNeymarEu: ‘Sabe o que dar pra fazer com o salário do Neymar?’

O povo do twitter está se utilizando de toda a criatividade pra dizer o que …

Deixe um comentário

Paste your AdWords Remarketing code here