Dudu de Morro Agudo participa hoje do ‘Ciclo Ato Criador’, em Japeri

Há uma década, a atriz e produtora Ana Lúcia Pardo reúne grandes personalidades da cultura, da economia, da política, da comunicação, do meio ambiente e de outros saberes na busca por uma reflexão interdisciplinar do mundo em que vivemos. Criada em 2006 com o título de “A Teatralidade do humano”, essa série completa 10 anos com o Ciclo Ato Criador – Outros Possíveis, que tem o objetivo principal de instigar o pensamento e mostrar a capacidade humana de se reinventar. Este ano, a ideia é focar ainda mais nessa necessidade de transformação, com mesas-redondas, palestras, oficinas e debates guiados pelo tema ‘Outros Possíveis’. O objetivo é apontar a emergência de novas ideias, concepções e alternativas que exigirá um processo de transformação do mundo.

O Ciclo Ato Criador teve sua primeira edição em 2006/2007 com o painel “A Teatralidade do Humano”. A segunda edição foi realizada em 2010, com o Ciclo “A Teatralidade do Humano II – Subjetividades e Políticas da Cena e do Mundo”. A terceira edição, que ganhou o nome de “Ciclo Inter-Agir – na rua, na rede, na cena contemporânea”, foi realizada em 2012. No ano seguinte, em 2013, a quarta edição apresentou o Ciclo “Espaços de Reencantamento, Afetos e Utopias de Um Novo Mundo”. A quinta edição se desenrolou durante o ano de 2015, e recebeu o título de Ciclo “Ato Criador”, com a realização, de 21 atividades de abril a novembro, sendo 19 encontros em forma de palestras e debates além de apresentações e intervenções artísticas de coletivos e grupos. Participaram convidados nacionais e internacionais de diversos países.

Dudu de Morro Agudo, rapper e conselheiro municipal de cultura da cidade de Nova Iguaçu, empresário e coordenador executivo do Instituto Enraizados participará da mesa Cruzamentos do Teatro e Hip Hop, ao lado da atriz e diretora paulistana Claudia Schapira, do produtor e ator Lino Rocca e do diretor Marco André Nunes e a mediação do produtor cultural do Grupo Sócio Cultural Código, Jorge Braga

O Grupo Código atua desde 2017 em Japeri, na Baixada Fluminense, e esse ano, no mês de novembro, o coletivo apresentará uma mostra de seu repertório no Teatro Glauce Rocha, equipamento da Funarte, no centro do Rio de Janeiro. As experiências teatrais que os convidados têm tanto no universo do movimento Hip Hop quanto no Teatro fazem toda diferença na produção de seus espetáculos.

Saba mais:
Mesa Cruzamentos do Teatro e Hip Hop
29 de outubro – sábado, 17h
Espaço Cultural Código – Rua Davi, 397, Nova Belém, Japeri.
Tel.: 99813-1101.

Sobre Hulle Brasil

Hulle Brasil é uma startap que potencializa artistas e trabalha com base em três pilares: TERRITÓRIO, ETNIA & GÊNERO. Aqui no Portal Enraizados, nossa equipe gera conteúdo a partir destes pilares.

Além disso, veja

ONG oferece tratamento psicoterapêutico gratuito para jovens em situação de violência doméstica e risco social, em Nova Iguaçu e no Rio de Janeiro

O projeto Oficina da Palavra: Construindo Histórias, tem como objetivo principal promover uma mudança no …

Deixe um comentário

Paste your AdWords Remarketing code here