sábado, 24 fevereiro, 2024

‘A Telemafia querendo os paco da Tele Sena’, lança uma cypher para movimentar a cena.

Na última Terça Feira (27) foi o lançamento da “Cypher Txlxmvfiv Ep. 01 – Gênesis (Prod. NT)”, o primeiro episódio de uma série de cyphers, que será lançada no canal do Youtube “TelemafiaTv

Click: Felippe Rodrigues

A Telemafia surgiu da necessidade de interação entre público e artistas da Baixada Fluminense. Os integrantes do grupo Autonomia junto com o Mc Tindel, enxergaram essa necessidade e idealizaram a Telemafia, que tem como objetivo formar um selo independente onde os artistas participantes possam elevar o nível do seu trabalho, adquirindo desde instrumentais até arte visual, além de gravar seus sons e videoclipes, para divulgar em sua própria rede que foi criada na RCPT (Roda Cultural Praça da Telemar).

O projeto das cyphers objetiva mesclar os Mc’s, com estilos e idades distintas. O episódio 1 com os Mc’s, DMaua, Deltin, Shu, Dimmy e Will deixou bem nítido que independente das diferenças a meta de todos é a mesma: ganhar dinheiro fazendo o que gosta, sem se corromper.

Em diálogo com os mc’s, perguntei como se sentiram quando receberam o convite e o que acharam do processo de criação da cypher.

Shu: “Eu já tava ligado que iria rolar as cyphers e que eu participaria, fechava com a galera em Mesquita antes do trampo começar a sair do papel, mas quando eu vi meu nome ali, na primeira cypher, do lado de vários malucos bons, fiquei ansioso pra poder representar e tentar fazer algo à altura.”

Dimmy: “Fiquei feliz pra caralho, só monstro na cypher, satisfação rimar ao lado dos caras que são referência pra tu. Eu não tinha a letra, mas quando vi o time pesado, escrevi rapidinho e fluiu naturalmente.”

DMaua: “Me senti lisonjeado. Fiquei muito feliz e ao mesmo tempo receoso, pensando na responsabilidade de dar o máximo nos versos. Costumo fazer duas ou três letras quando me chamam assim, mas nessa fiz de primeira, o processo foi rápido. Na real eu escrevo meio que um improviso, uma letra vai ligando na outra e daí já começo a brincar com as palavras e as rimas em cada verso.”

Pra saber mais sobre os corres da rapaziada é só dar um confere no clipe, seguir os manos nas redes sociais e colar na RCPT hoje ás 18:00 horas, onde vou discotecar ao lado da maravilhosa Moonjay.  “Noiz é trem bala, mind the gap.” #OuçaBXD 

 

 

 

Sobre Dorgo Dj

Dorgo é um jovem de 28 anos, morador de Morro Agudo, Nova Iguaçu, Baixada Fluminense. Dentre seu rol de profissões, Dorgo exerce as de DJ, produtor cultural, mestre de cerimônia, escritor, poeta, arte educador, cineasta, entre outros. Como todo artista independente, Dorgo iniciou sua carreira como DJ, mas se viu obrigado a seguir tantas outras para manter o sonho vivo, porém em meio a isso nascem novas paixões, como a pela escrita.

Além disso, veja

Maui: A jóia rara da Baixada fala sobre sua caminhada até aqui e sobre o show de lançamento do EP Rubi, de graça, em Caxias.

Vamos passar um final de semana em Parada Angélica? Parada Angélica é um bairro localizado …

Deixe um comentário