sexta-feira, 21 junho, 2024

DMA na Fundação Casa de Rui Barbosa

O polivalente Dudu de Morro Agudo estará manhã (05) na Fundação Casa de Rui Barbasa, em Botafogo (RJ), participando do II Colóquio Arte, Cultura e Multidão, ao lado de Barbara Szaniecki, Cristina Ribas e Rociclei da Silva. Logo após haverá o lançamento do livro “Enraizados: os híbridos glocais”.

Espiral Terra | Mundo Brasil

Dudu de Morro Agudo

O movimento da cultura permite enxergar as novas condições, gerais do trabalho, e não apenas as especificidades culturais. Trata-se de aprender os direitos como condição para que a nova qualidade (cultural, comunicativa, linguistica) do trabalho, não se limite à fenomenologia de uma nova servidão, mas atualize seu potencial de liberdade.

Com esse olhar pretende-se mapear os desafios mais urgentes para as políticas públicas de cultura no Brasil.

Organização:
Giuseppe Cocco (Universidade Nômade)
Lia Calabre (FCRB)
Mauricio Siqueira (FCRB)
Emerson Mehry (UFRJ)

II Colóquio
Arte, Cultura e Multidão

Barbara Szaniecki designer, pesquisadora Esdi/Uerj, membro da Universidade Nômade
Cristina Ribas artista, pesquisadora, membro da Universidade Nômade
Rociclei da Silva pesquisador, mestre do/no hip hop
Dudu de Morro Agudo Movimento Enraizados de Nova Iguaçu

Após o colóquio, lançamento do livro Enraizados: os híbridos glocais, de Dudu de Morro Agudo.

Onde:
Fundação Casa de Rui Barbosa
Sala de Cursos
Rua São Clemente, 134
Botafogo
Info: 3289-4636
www.casaruibarbosa.gov.br

Sobre Instituto Enraizados

O Instituto Enraizados é uma organização de hip hop, nossa "rede" integra hoje 17 organizações que compartilham conhecimento, capacitação e articulação para militância cultural nas periferias dos grandes centros. Lutamos pelo acesso a produção, a expressão e a valorização das diferentes manifestações culturais, fortalecendo o ativismo cultural e o protagonismo juvenil. O hip hop, o audiovisual, as rádios comunitárias e a produção de mídias são elementos que formam e fortalecem a ajuda mútua dos jovens envolvidos.

Além disso, veja

De Jay-Z a Palmares: As histórias por trás do “Galo de Luta”

Paulo Roberto da Silva Lima, conhecido como "Galo de Luta", compartilha sua jornada desde a infância até se tornar um ativista e artista de rap. Inicialmente apelidado de "Sete Galo" devido à famosa moto CBX 750, sua vida foi marcada por desafios e confrontos com a realidade da periferia. Inspirado por figuras como Mano Brown e Malcolm X, Paulo encontrou no rap e na leitura uma maneira de expressar suas ideias e buscar uma transformação pessoal e social. Apesar das dificuldades, sua busca por identidade e consciência o levou a se tornar o "Galo de Luta", um símbolo de resistência e luta por justiça social.

01 comentário

  1. Que hoje no II Colóquio Arte, Cultura e Multidão seja um dia repLeto de conhecimentos e novas experiências. . .’

    Hoje é visíveL as mudanças para que novas ações e projetos aconteçam. . . que os nossos direitos sejam nossos e que a poLítica púbLica cuLturaL perceba o quão importante é o progresso dos trabaLhos que são reaLizados e ideaLizados. . .’

    DESEJO LUZ. SABEDORIA. E FÉ para que esse dia seja um dia de novos aprendizados, Lutas, ações, trocas de informações, etc’

Deixe um comentário