quarta-feira, 24 julho, 2024

Original Break Jam, dia 14 na Arena Jovelina

O Grupo de Breaking Consciente da Rocinha (GBCR) está organizando a 4ª edição do “Original Breaking Jam”, um evento de Breaking que valoriza acima tudo o conhecimento. O evento acontecerá na Arena Carioca Jovelina Pérola Negra, na Pavuna, onde haverá também a apresentação do vídeo-documentário sobre a vida do mestre James Brown, pai do funk, músico da maior importância para todo o Hip Hop!

A Arena Carioca Jovelina Pérola Negra fica na Pavuna, próximo ao Metrô da Pavuna. O evento começa às 14 horas e os ingressos antecimentos custam 10 reais, no dia os ingressos ficam por 20 reais, lembrando que estudantes, idosos, professores de escola pública e deficientes pagam meia.

Pra chegar é fácil, basta perguntar onde é a 2ª rua depois de “1ª Igreja Batista da Pavuna”, Arena Carioca ou a Praça Ênio.
Se se perder ligue para os telefones de emergência (21)8766.6519 ou (21)8901.3218, fale com a Cíntia ou com o Barnabé, ambos são da Arena Carioca.

20130409-OriginalBreakingJam

 

Sobre Dudu de Morro Agudo

Rapper, educador popular, produtor cultural, escritor, mestre e doutorando em Educação (UFF). Dudu de Morro Agudo lançou os discos "Rolo Compressor" (2010) e "O Dever Me Chama" (2018); é autor do livro "Enraizados: Os Híbridos Glocais"; Diretor dos documentários "Mães do Hip Hop" (2010) e "O Custo da Oportunidade" (2017). Atualmente atua como diretor geral do Instituto Enraizados; CEO da Hulle Brasil; coordenador do Curso Popular Enraizados.

Além disso, veja

O papel da educação clandestina na formação Política

Este texto reflete sobre o conceito de "Educação Clandestina", destacando sua abordagem contrária ao ensino formal. Explora as lacunas do sistema educacional brasileiro, particularmente em relação à alfabetização e ao letramento nas escolas periféricas. Descreve como movimentos sociais reúnem conhecimentos diversos, ausentes das instituições formais, promovendo uma troca que desafia o status quo. Aponta a importância da conscientização política e da ação crítica na transformação da realidade. Destaca a educação clandestina como um processo contínuo de formação política, capaz de despertar indivíduos para a realidade e capacitá-los a questionar, refletir e agir em prol da mudança social.

Deixe um comentário