Prêmio Cultura Hip Hop, divulgação Maranhão

O Prêmio Cultura Hip Hop chega a sua reta final de inscrições, elas podem acontecer até dia 11 de agosto nessa quarta-feira.

São 135 iniciativas serão premiadas com recursos investidos de R$ 1,7 milhão

Prêmio Cultura Hip Hop 2010 – Edição Preto Ghóez é uma realização das Secretarias da Identidade e da Diversidade Cultural (SID) e de Cidadania Cultural (SCC) – doMinistério

da Cultura -, em parceria com o Instituto Empreender e a Ação Educativa. O objetivo é selecionar ações e experiências de fortalecimento da Cultura Hip Hop em todo o Brasil.

Nesta primeira edição, o concurso presta homenagem póstuma ao músico maranhense Márcio Vicente Góes (1971-2004), o rapper Preto Ghóez, um dos líderes do Movimento Hip-Hop Organizado do Brasil (MOHHB).

A premiação conta com recursos de cerca de R$ 1,7 milhão e contemplará 135 iniciativas de pessoas físicas, instituições e grupos informais nas seguintes categorias: Reconhecimento, Escola de Rua, Correria, Conhecimento (5º elemento)Conexões.

Inscrições

As inscrições são gratuitas e terminam dia 11 de agosto. Os interessados poderão encaminhar suas propostas pelos Correios baixando o edital nos sites relacionados ao Prêmio, ou preenchendo os formulários eletrônicos por meio das inscrições online (http://sistemas.cultura.gov.br/propostaweb/) já disponíveis na internet. Os critérios, procedimentos e formulários de inscrição, necessários para a participação, estarão nas seguintes páginas eletrônicas:

²  www.premiohiphop.org.br;

²  www.cultura.gov.br/diversidade;

²  www.institutoempreeender.org

Conheça as Categorias

Reconhecimento: destinada a honrar personalidades ou coletivos importantes para o desenvolvimento da cultura Hip Hop no país, ao longo do tempo.

– 10 prêmios, sendo dois para cada macrorregião do país.

Escola de Rua: voltada para iniciativas que, por meio dos elementos do Hip Hop, desenvolvam ações sócio-educativas, seja a partir de pedagogias tradicionais ou inovadoras.

– 27 prêmios, um para cada Estado da Federação.

Correria: iniciativas que incidem sobre a geração de renda ou que criem oportunidades de trabalho para os envolvidos, tais como a criação de eventos e a confecção de produtos, dentre outras.

– 27 prêmios, um para cada Estado da Federação.

Conhecimento: iniciativas que fomentem a realização de encontros, seminários e debates, ou a produção de estratégias para a difusão do Hip Hop.

– 35 prêmios, sete para cada macrorregião do país.

Conexões: iniciativas que promovam o intercâmbio com outras formas artísticas afins à cultura Hip Hop, em particular as expressões culturais afrodescendentes, criando novas associações, incorporações estéticas e políticas, para além dos quatro elementos consagrados (Break, MC, DJ e Graffiti).

– 35 prêmios, sete para cada macrorregião do país.

O movimento Hip Hop é uma expressão da cultura urbana, com desdobramentos em diversas manifestações artísticas, tais como a dança, a música e as artes plásticas.

No Brasil, o movimento surgiu em meados da década de 80, nos tradicionais encontros que aconteciam na Rua 24 de Maio, região central da cidade de São Paulo. Grupos como os Racionais MC’s, representantes da segunda geração, tornaram o movimento  conhecido e respeitado em todo o país.

Serviço

Período das inscrições: de 16 de abril a 11 de agosto.

Endereço para envio das inscrições:

Instituto Empreender

SCS QD 01 Bloco nº 28 Edifício JK Sala 23

CEP 70 306-900

Brasília – DF

Telefone do Instituto Empreender: (61) 3225-2780

Contemplados: Iniciativas individuais, de grupos informais e instituições.

Valor do prêmio: R$ 13 mil para cada iniciativa.

Site: www.premiohiphop.org.br

Endereço eletrônico: premiohiphop@acaoeducativa.org

Twitter: @premiohiphop

Assessoria de Imprensa:

Alexandre De Maio

Tel.:(11) 6407-7784

Sobre Instituto Enraizados

O Instituto Enraizados é uma organização de hip hop, nossa "rede" integra hoje 17 organizações que compartilham conhecimento, capacitação e articulação para militância cultural nas periferias dos grandes centros. Lutamos pelo acesso a produção, a expressão e a valorização das diferentes manifestações culturais, fortalecendo o ativismo cultural e o protagonismo juvenil. O hip hop, o audiovisual, as rádios comunitárias e a produção de mídias são elementos que formam e fortalecem a ajuda mútua dos jovens envolvidos.

Além disso, veja

FML

Caminhos do Graffiti: FML disponibiliza curso gratuito de graffiti para iniciantes

O grafiteiro FML, conhecido pelo seu trabalho na área da saúde mental, vai disponibilizar gratuitamente …

Deixe um comentário