“Avenida das artes” e suas manifestações artísticas na Barra da Tijuca

Neste sábado, 24, chega à região da Barra da Tijuca o “Avenida das Artes”, evento cultural que reúne diversas formas de expressão artística durante uma tarde inteira. Ao longo de 200 metros da Avenida Vice-presidente José de Alencar, no condomínio Cidade Jardim, o projeto propõe uma mudança do espaço urbano e a valorização de diferentes manifestações artísticas. Diversas atividades estão programadas para acontecer no local, das 13h às 19h, todas gratuitas.

O projeto “Avenida das artes” foi inspirado no evento surgido em Paris onde flores e plantas em torno dos Arcos do Triunfo sempre serviram de cenário, ao ar livre, para eventos culturais. Em sua primeira versão carioca, a “Avenida das artes” conta com atrações especiais, que vão do clássico ao popular, em uma festa onde são esperadas mais de duas mil pessoas.

Orquestra Sinfônica Brasileira marca presença em um concerto-aula ministrado pelo seu Grupo de Cordas. O “Posto de Música” ainda terá como atração o saxofonista Ademir Leão, artista de rua conhecido por tocar no Largo da Carioca, e um show de MPB infantil com o músico Maurício Miranda.

Durante o evento, a arte de rua estará representada por grandes artistas. Marcelo Eco, um dos primeiros grafiteiros do Rio, comanda uma oficina e um workshop para crianças e adultos. Com a assinatura do Unicirco, do artista Marcos Frota, acontece uma oficina de malabares com exposição de técnicas de malabarismos com experimentação para todas as idades.

Confira abaixo a programação completa do evento:

13h – Artistas de rua – saxofonista Ademir Leão

15h – MPB Infantil – Maurício Miranda

17h- Concerto Aula Orquestra Sinfônica Brasileira

O Que: “Avenida das artes”
Quando: Sáb 24/11 das 13:00 às 19:00
Quanto: Entrada franca
Onde: Condomínio Cidade Jardim
Avenida Vice-presidente José de Alencar, s/nº
Barra da Tijuca

 

Sobre Samuca Azevedo

Ator, estudante de marketing e gerente do Espaço Enraizados.

Além disso, veja

A cada dia eu admiro mais os “animais” !!

Passado a onda de revoltismo, da sofrência deslavada de quem não aceitou a derrota nas …

Deixe um comentário