sexta-feira, 24 maio, 2024
#ComboIO - Marcão Baixada e DMA

#ComboIO se apresenta no “Favela Toma Conta” ao lado de Dexter e Emicida

No dia 12 de outubro, o coletivo de rap #ComboIO se apresentou no evento Favela Toma Conta, no Itaim Paulista, em São Paulo. O evento é idealizado e apresentado pelo escritor Alessandro Buzo.

DMA (Dudu de Morro Agudo) que já se apresentou em cinco edições do evento, este ano levou o #ComboIO pela primeira vez para São Paulo, com a formação de Marcão Baixada, DJ Léo Ribeiro e o próprio DMA, que durante a apresentação chamou ao palco a Savana, do grupo Dupla A.L.M.A. e o MC Slow da BF para fazerem uma preza, onde distribuíram muitos KITS ENRAIZADOS NA ARTE para as crianças da comunidade.

Slow da BF na preza freestalystica...

Além do #ComboIO, também se apresentaram no evento o grupo Tribunal MCs, Cauã, Emicida e Dexter. Neste dia aconteceram gravações para o filme Profissão MC II, com participação do Sabotinha (filho do Sabotagem), Emicida e DMA. Dexter é o protagonista do filme, cujo o nome do personagem é Leon.

Ouça os sons do #ComboIO:
http://soundcloud.com/comboio

GALERIA

 

 

Sobre Instituto Enraizados

O Instituto Enraizados é uma organização de hip hop, nossa "rede" integra hoje 17 organizações que compartilham conhecimento, capacitação e articulação para militância cultural nas periferias dos grandes centros. Lutamos pelo acesso a produção, a expressão e a valorização das diferentes manifestações culturais, fortalecendo o ativismo cultural e o protagonismo juvenil. O hip hop, o audiovisual, as rádios comunitárias e a produção de mídias são elementos que formam e fortalecem a ajuda mútua dos jovens envolvidos.

Além disso, veja

De Jay-Z a Palmares: As histórias por trás do “Galo de Luta”

Paulo Roberto da Silva Lima, conhecido como "Galo de Luta", compartilha sua jornada desde a infância até se tornar um ativista e artista de rap. Inicialmente apelidado de "Sete Galo" devido à famosa moto CBX 750, sua vida foi marcada por desafios e confrontos com a realidade da periferia. Inspirado por figuras como Mano Brown e Malcolm X, Paulo encontrou no rap e na leitura uma maneira de expressar suas ideias e buscar uma transformação pessoal e social. Apesar das dificuldades, sua busca por identidade e consciência o levou a se tornar o "Galo de Luta", um símbolo de resistência e luta por justiça social.

Deixe um comentário