sexta-feira, 24 maio, 2024

Concurso para produções audiovisuais alternativas

Taí uma boa para os realizadores de produtos audiovisuais, você pode inscrever seu trabalho e participar, essa é uma boa forma de fortalecer os grupos e disseminar as produções que geralmente não chegam ao grande público.

O Coletividea, projeto da Agência IRwi em parceria com a SAv/MinC criado para dar suporte à produção cultural coletiva e à formação de redes colaborativas de profissionais do setor audiovisual, acaba de lançar o concurso Coletivos Criativos, destinado à produção de obras realizadas por coletivos. Poderão ser submetidos até o dia 18 de novembro projetos de intervenções audiovisuais ou de curtas-metragens.

O concurso é dividido em três segmentos de Programas de Incentivo a Coletivos Audiovisuais Criativos: o primeiro, no valor de R$ 30 mil, pretende viabilizar o desenvolvimento de dez projetos de intervenções criativas audiovisuais. Já a categoria Programa de Incentivo a Coletivos Audiovisuais Criativos de R$ 100 mil objetiva viabilizar a produção de um curta-metragem de cinco a dez minutos de duração, captados em formato digital. Por fim, há também o incentivo de R$ 100 mil exclusivo para coletivos do Distrito Federal, também destinado à viabilização de um curta.

As inscrições são feitas pelo site www.coletividea.com.br. Apenas pessoas jurídicas podem participar do edital. De acordo com o cronograma do concurso, o resultado final do será divulgado no dia 2 de janeiro de 2013. Todos os filmes finalizados, além das prestações de contas finais, devem ser entregues no mês de abril de 2013.

*Com informações do site da Ancine

Sobre Samuca Azevedo

O coteúdo deste texto não reflete a opinião do Portal Enraizados ou do Instituto Enraizados, e é de inteira responsabilidade do autor. Samuel Azevedo é ator e produtor cultural, atualmente é Presidente do Instituto Enraizados.

Além disso, veja

O desafio dos trabalhadores da arte na Baixada Fluminense no pós pandemia

Após um longo processo de descaso, a Baixada Fluminense toma fôlego e tenta se reestruturar …

Deixe um comentário