Definindo Objetivos

Na semana passada disse que falaria de objetivo, foco e estratégias com escala. Só que eu reparei que pra isso eu precisarei de mais de uma postagem, senão o post ficará extenso demais e muita gente acabará desistindo de ler essa coluna, então vamos lá!

Retirei alguns conceitos de Objetivo do Dicionário Online Michaelis para trabalharmos hoje neste texto.:
OBJETIVO – “(…) 2 Que se refere ao mundo exterior (…) 5 Que expõe, investiga ou critica as coisas sem procurar relacioná-las com os seus sentimentos pessoais (…) sm 1 Meta ou alvo que se quer atingir. 2 Mira, fim, fito (…)”

O primeiro conceito, relaciona o objetivo à algo externo a nossa alma (sentimento) e o segundo diz respeito a meta e ao alvo que se quer atingir;

Como assim?

Tendo essas duas coisas em mente, ficamos assim: Sabemos o que queremos e onde queremos chegar, mas isso não diz respeito à minha intimidade, ao meu self, logo, não me sentirei ofendido ou magoado com os outros quando, por acaso, eles derem algum pitaco no meu negócio. E tenha essa certeza, alguém que você não pediu a opinião vai meter o bedelho no seu negócio para dar palpite. Se isso acontecer, o meu conselho é que você não se ofenda, mas coloque os pingos nos I’s e deixe claro que você não quer que ninguém se intrometa sem ser solicitado, mas cuidado quando falar, porque as pessoas além de intrometidas, são sensíveis também, particularmente se forem algum parente ou amigo, logo, use o bom senso, não seja grosseiro, apenas firme, nos seus propósitos e objetivos.

Lembre-se: Quanto mais claro for o seu objetivo, maiores serão as suas chances de sucesso. Isso se dá porque você não fica perdendo tempo em saber o que você está fazendo, o que isso significa e pra onde você está indo. Quando se sabe o que se quer, você tem um norte, uma direção que te indica mais ou menos o caminho, mas não se iluda, ninguem saberá pra onde está indo a menos que seja uma espécie de vidente que vê o futuro. Sabemos apenas a direção e no máximo o sentido que estamos tomando, mas não, onde vamos chegar, de fato, nunca sabemos!

Neste aspecto é importante também ter uma boa dose de coragem para empreender, já que coragem não é ausência de medo e sim o ímpeto de fazer o que é preciso, apesar do medo. Todo o negócio envolve riscos que podemos calcular, mais ou menos e amenizá-lo, mais ao menos também. É possível empreender com uma baixíssima taxa de riscos e pra isso existem técnicas. O objetivo destas postagens não é te ensinar exatamente essas técnicas, apenas apontar direções que você poderá, ou não tomar e encorajá-lo a fazer aquilo que você deseja no sentido e na direção do seu sonho.

Só para esclarecer o conceito de direção e sentido de que falo de vez enquando aqui é o mesmo da matemática:
a) Imagine uma estrada de ferro que ligue SP ao RJ; A estrada de Ferro é uma direção que você pode tomar; Os sentidos são 2 possíveis: Do RJ pra SP e de SP para o RJ;

b) Outro exemplo que podemos tomar é o de uma semi-reta que começa e termina em dois pontos bem definidos, um camado de A e o da outra ponta é camado de B; a direção é a própria semi-reta, os sentidos são de A para B e de B para A;

Portanto, a direção aponta o caminho e o sentido, o ponto onde estamos e onde queremos chegar. Digo isso porque às vezes leio alguns conceitos que misturam isso de um jeito que não sei se estamos falando de direção ou de sentido

Voltando ao assunto…

Mas, não é perigoso empreender?

Digo apenas que só morre quem está vivo, só ganha quem aposta, só recebe o sim quem tenta sair do não, que já é certo. Portanto, temos duas saídas, ou nos conformamos em sermos infelizes, deprimidos e derrotados, ou tentamos mudar de vez a nossa vida, fazendo justamente aquilo que pode nos levar a consquista do nosso sonho.

A escolha é sempre nossa, o caminho se faz com as nossas pegadas, mais ou menos como aconteceu com as trilhas indígenas que viraram estradas, como a Estrada de Madureira, por exemplo, que liga a Cidade de Nova Iguaçu à Av. Brasil, oficialmente conhecida como RJ 105.

Para finalizar, deixo algumas perguntas que você precisa se fazer para que tenha um objetivo mais definido e consequentemente, maior chance de sucesso:

– Eu sei exatamente qual é o meu objetivo?

– Qual é o meu sonho?  Onde eu quero chega? O que eu quero fazer?

– Será que eu estou fazendo a coisa certa, da maneira correta, na medida certa, ou ainda preciso definir melhor a minha direção e o meu sentido, ou seja, fazer uma análise sobre o ponto em que eu estou agora e definir onde eu quero estar daqui a um determonado período de tempo (1, 2 ou 3 anos / meses / semanas / dias)?

Objetivo, foco e meta tem tudo a ver um com o outro, voltaremos a falar desse assunto na próxima semana quando falarmos de foco e depois quando falarmos sobre metas. Portanto, um objetivo bem definido é a consciência de onde estamos, onde queremos chegar em um determinado período de tempo e quais as ferramentas e ações devemos ter e fazer para conquistarmos o nosso alvo.

Paz e sorte, sempre!

Sobre Dumontt

Produtor Cultural, Ator e Diretor de Teatro.

Além disso, veja

Governar pra quem?

No próximo domingo, dia 26/10/2014 haverá o maior acontecimento da história do planeta, é verdade, também haverá eleição, mas nesse caso eu falo do meu aniversário.

Deixe um comentário

Paste your AdWords Remarketing code here