Prepare-se: haverá uma reviravolta no rap da Baixada Fluminense

Tem um tempo que estou tentando criar um novo modelo de negócios baseado no rap (hip hop em geral), utilizando a tecnologia da informação, a comunicação tradicional, o networking (rede de relacionamentos) e parcerias entre artistas e empresas, para gerar renda e transferir valor entre a marca e o artista.

As idéias estão fervilhando na minha cabeça, leio tudo o que aparece sobre empreendedorismo, sou frequentador do site do SEBRAE, do Estrombo, me cadastrei no MEI (microempreendedor individual), já tenho alguns (muitos) rabiscos interessantes e algumas coisas até consegui testar no #ComboIO, que gerou uma receita legal em 06 meses de atuação em 2012. Só pra lembrar, o #ComboIO começou do zero.

A um mês decidi fazer um projeto voltado para o rap da Baixada Fluminense, mas não quero trazer as soluções, apenas contribuir com minhas idéias e trazer pessoas com boas idéias e experiências de sucesso para compartilhar conosco. Um projeto para artistas e empreendedores, e porque não “artistas empreendedores”? É o que eu acredito que todo artista contemporâneo deva ser.

Mas preciso de dados, preciso fazer uma espécie de Raio-X dos rappers da Baixada-Fluminense, saber qual é o nosso perfil, se estamos na mesma sintonia, com as mesmas idéias, formações, visões de presente e futuro. Me incluo porque aposto nesse projeto também para transformar minha carreira e minha vida.

Se você é MC, mora na Baixada-Fluminense e quer fazer parte dessa reviravolta, faça parte dessa pesquisa que estou fazendo e torça para que tudo dê certo.

PESQUISA

Sobre Dudu de Morro Agudo

Rapper, escritor e empreendedor social. Um perito em transformar sonhos em realidade.

Além disso, veja

FML: As histórias do hip hop da Baixada Fluminense

Eu me chamo Fagner Medeiros de Lima, e no graffiti eu assino FML, porque na …

8 comentários

  1. Dudu, você está certíssimo! O seu empreendedorismo é plural para todo o Brasil e para o mundo inteiro. “Esta é a minha visão.” Todos que estão na batalha positiva podem ser beneficiados também, sem contar que pode-se contribuir de forma direta e indireta com a sociedade civil com os objetivos de bem-estar social.

    Oh…eu estou aqui em São Paulo – Brás – lado leste da capital. Se de alguma forma eu puder contribuir com você, pode contar comigo!

    Grato pela atenção.
    Wel Legal
    Contatos: 11- 2081-1059 (casa) / 9 8372-1346 (tim) / 9 6955-8035 (oi) / E-mail: wel.legal@hotmail.com

  2. Quero esta dentro disso sou Baixada também sou Rapper, Bboy e pesquisador da Cultura

  3. Gostaria de deixar aqui meu voto de que a empreitada seja feliz e inovadora. Se os beatmakers tiverem espaço nesse projeto, quero participar de alguma forma. Embora seja morador da Praça Seca agora…rs! A cultura agradece e Fab Beatmaker está mandando a força. https://soundcloud.com/fabbeatmakersale/beat-6-prod-fab-beatmaker

    Força, foco e fé na empreitada!

  4. Parabéns sempre construindo e reinventando a história. Mano esse é o desafio e o compartilhamento e ações colaborativas são a base disso. Sucesso e no que puder ajudar estou por aqui, deste lado de sp.

  5. Estoau muito animado com a idéia, que em breve vocês vão saber, mas só de termos aqui, um levantamento do perfil dos MCs da BF, já poderemos focar o nosso trabalho nos nossos pontos em comum e buscar a melhoria coletiva para nossos pontos fracos.

  6. Aí, irmãozin
    eu sou JonathanMello / TresJota
    estou começando e buscando aí uma divulgação.
    hoje estou em salvador, mas em breve voltarei pro Rio
    jonathanpotter92@hotmail.com
    deixa um e-mail lá pra gente trocar idéias

Deixe um comentário

Paste your AdWords Remarketing code here