Participantes da reunião

Enraizados inicia conversa com “Governo do Estado” sobre “Plano Juventude Viva”

Ontem, dia 09 de abril de 2013, o rapper Dudu de Morro Agudo participou, representando o Movimento Enraizados, de uma reunião com instituições de Nova Iguaçu e Queimados, que atuam em áreas diversas, para apresentação do Plano Juventude Viva pela Secretaria de Assistência Social e Direitos Humanos, representada na ocasião pelo Superintendente de Juventude do Governo do Estado do Rio de Janeiro, Tiago Santana.

O plano Juventude Viva é fruto de uma intensa articulação interministerial para enfrentar a violência contra a juventude brasileira, especialmente os jovens negros, principais vítimas de homicídio no Brasil. No estado do Rio de Janeiro encontram-se 13 municípios, dos 132 mapeados pelo governo federal como os mais perigosos para um jovem negro viver, quatro destes municípios estão situados na região da Baixada Fluminense, estando Duque de Caxias e Nova Iguaçu no topo deste ranking macabro.

O Movimento Enraizados já começou a mapear a juventude iguaçuana e está preparando, com a ajuda de outras instituições, uma tecnologia social de fácil reaplicabilidade, que possa ser utilizada em outros municípios, gerando um relatório visual para auxiliar o poder público na hora de implantar políticas públicas para a juventude nas regiões com maior índices de violência e poucos equipamentos culturais.

[yframe url=’http://www.youtube.com/watch?v=ZLvC428hRv8′]

Mais informações:

Plano Juventude Viva
http://www.juventude.gov.br/juventudeviva/o-plano

Ranking dos municípios
http://www.juventude.gov.br/juventudeviva/o-plano/publico/Os132municipios.pdf

Sobre Instituto Enraizados

O Instituto Enraizados é uma organização de hip hop, nossa "rede" integra hoje 17 organizações que compartilham conhecimento, capacitação e articulação para militância cultural nas periferias dos grandes centros. Lutamos pelo acesso a produção, a expressão e a valorização das diferentes manifestações culturais, fortalecendo o ativismo cultural e o protagonismo juvenil. O hip hop, o audiovisual, as rádios comunitárias e a produção de mídias são elementos que formam e fortalecem a ajuda mútua dos jovens envolvidos.

Além disso, veja

Cidadania LGBT e o Respeito à Diversidade: Fundação Perseu Abramo abri inscrições para curso

Nestes tempos de retrocessos, preconceito e LGBTfobia, estudar sobre os direitos LGBT e nossas conquistas …

2 comentários

  1. Ao movimento enraizados, eu Dico me coloco a disposiçao para o que for possivel em ajudar

  2. Também tô no bonde para mapear os locais de maior vulnerabilidade para as juventudes negras da baixada.

Deixe um comentário