Os 10 raps nacionais mais clássicos dos últimos anos

Diariamente são divulgadas matérias com lançamentos e novidades aqui no #PortalEnraizados, e em meio ao turbilhão da nova geração, nós resolvemos lembrar do passado e trazer à tona clássicos do rap nacional que todos nós conhecemos e amamos.

Foi bem difícil escolher apenas 10, felizmente a gama do rap nacional é maravilhosamente extensa, então vale ressaltar que a ordem é completamente aleatória e o nosso intuito é relembrar uma boa época e deixar marcado algo que foi realmente importante.

 

  • Sabotage – Rap é compromisso

 

  • Apocalipse 16 & Consciência Humana – Muita Treta

 

  • Rappin’ Hood – Rap do bom

 

  • MV BILL e Kmila CDD – O bonde não para

 

  • Racionais MC’s – Vida Loka Parte I

 

  • Gabriel O Pensador e Lulu Santos – Cachimbo Da Paz

 

  • Dexter part. Mano Brown – Sou função

 

  • RZO – O Trem

 

  • Planet Hemp – Queimando tudo

 

  • Xis – Us Manos e As Minas

Sobre Beatriz Dias

DJ, fotógrafa e gerente de conteúdo do Portal Enraizados.

Além disso, veja

De belchior à brechó

O que conhecemos como brechó surgiu por volta do século XIX, quando um homem abriu …

2 comentários

  1. Concordo com 5. O clássico do Bill é “Soldado do Morro”, ou “Só Deus Pode me Julgar”. Faltou um som do Facção Central. Vida Loka é muito som, mas não seria demérito substituí-la por “Capítulo 4, Versículo 3”, “Fim de Semana no Parque” ou até mesmo “Homem na Estrada”. Por que Gabriel Pensador e Planet Hemp se a frente temos Face da Morte, Da Guedes, GOG e SNJ?

Deixe uma resposta para Dudu De Morro Agudo Cancelar resposta

Paste your AdWords Remarketing code here