foto de dumontt

A Cidade e o Cidadão (parte 1: Violação do Direito de Ir e Vir)

 Não me lembro quando foi o dia, se é que houve um, que andei em uma calçada da minha cidade (Nova Iguaçu) sem precisar me desviar de mercadorias de comerciantes e camelôs, materiais de construções, placas de publicidades, carros, ônibus e até de caminhões. Inclusive uma vez, eu quase fui atropelado por um caminhão que queria estacionar na calçada que eu estava passando, o motorista subiu na calçada com o veículo e foi na minha direção, se não fosse eu usar o meu treinamento ninja, ver o carro e pular de lado feito um gato, pra me livrar da morte, hoje eu não estaria aqui escrevendo essas linhas pra vocês. Sem contar que o motorista e o passageiro do caminhão ficaram rindo da minha cara quando eu xinguei eles.

Quando se trata de calçada, eu não sei quem é mais escroto: O “cidadão” viciado em dar um jeitinho pra se dar bem, se o “Governo” Municipal ou o “Governo” do Estado. Digo isso porque ao meu ver, todos têm a sua parcela de culpa nessa história odiosa.

Outro dia o pessoal da Secretaria de Postura da Prefeitura passou aqui na rua do Enraizados mandando todos retirarem suas placas da calçada. Acontece que é costume local aqui em Morro Agudo as pessoas estacionarem livremente os seus carros em frente aos portões de garagem e irem “rapidinho” ao banco, ao mercado, ao cabeleireiro etc; pensando em parar com essa farra aqui no nosso portão que sempre está lotado de crianças, resolvemos fazer umas placas do Projovem Adolescente (programa do Governo Federal executado pelo Enraizados em parceria com a Prefeitura de Nova Iguaçu) e colocar em frente ao portão. Bem, os caras de pau da Postura passaram e pegaram a placa, o nosso Coordenador Samuca Azevedo viu e meteu a mão na carroceria do carro deles e pegou as placas de volta, logo ele estava cercado de “homens” querendo bater, prender, fazer e acontecer, a mulecada foi correndo me chamar no escritório. Quando eu cheguei estava o Samuca puxando a placa de um lado e os caras do outro, tinha até uns policiais a paisana. Eu olhei rapidamente, identifiquei o lider e mandei na lata: _Por que vocês estão pegando a placa da Prefeitura? Instantaneamente todos largaram as placas no chão como se ela estivesse pegando fogo. Aí o tal cara me perguntou: _Como assim da Prefeitura? Aí eu disse: _ Essas placas são do Projovem, um programa do Governo Federal e da Prefeitura, se vocês levarem elas, terão dois trabalhos, um pra levar e outro pra trazerem de volta. E arrematei: _ Admiro vocês trabalharem na Prefeitura e não saberem disso, não leram a placa antes de pegar? Aí rolou um disse me disse, um pererê pão duro, um papai que amassou e tal! Bem, resumindo, as placas ficaram e eles sairam com umas caras de quem peidaram na igreja. Eu disse ao responsável pela ação que as nossas placas estavam ali justamente pra impedirem os carros de estacionarem em cima da nossa calçada que fica cheio de crianças, e pior ainda, em frente ao portão de garagem, e perguntei se eles iriam retirar os carros também; Ele me disse que isso aí é trabalho pra outro setor da Prefeitura, eles são da postura esse trabalho é atribuição da Secretaria de Trânsito. Foi aí que eu dei uma gargalhada na cara dele que ele não ficou nada satisfeito. Conclusão: Ninguém queria trabalhar de fato, eles só estavam, como dizia a minha avó: _Encangando bufa! (Quer dizer: Ensacar peido), ou seja, só matando o tempo, pra se fingir de ocupado.

Quando um Governo de verdade quer trabalhar, todas as secretarias de sua gestão trabalham juntas na ação, é assim que funciona, por exemplo, quando tem blitz da Lei  Seca, mas quando eles só querem enganar o povo, fingindo que trabalha (o que acontece na maioria das vezes) ficam de tiração de onda com a nossa cara, achando que somos otários. Vai vendo!

Por outro lado, de vez enquando eu vejo uns poiciais de transito por aqui, aqueles com uns quepes brancos. Bem, nunca ví eles multarem ninguém, muto menos arrumar o trânsito caótico de Morro Agudo, é gente na contramão direto, fechando o cruzamento, os ônibus da Viação Vila Rica fazem o que querem por aqui, estacionam em qualquer lugar, sobem na calçada, pára no meio da rua e em frente a esquina e pode ser a hora que for, só pra vocês terem uma idéia, um desses “MAUtoristas”estacionou por vários minutos em frente ao nosso portão e eu fiquei buzinando, é claro, pra entrar na garagem, quando ele voltou, ficou reclamando dizendo que estava no banheiro, eu disse em resposta que era só ele ter estacionado a 5 metros adiante que ele poderia até dormir no banheiro se quizesse que não atrapalharia ninguém, mas como ele já fala e anda, talvez fosse querer demais da minha parte que ele ainda se dê ao trabalho de pensar! De vez enquando têm uns arranca rabos aqui de algum motorista ou pedestre com algum funcionário dessa emprezinha fajuta. Uma trocadora me disse uma vez que eu teria que pagar outra passagem porque eu não passei na roleta no tempo estipulado por ela ao apertar o botão da catraca eletrônica antes de eu autorizar, eu disse em resposta que eu não havia pago a passagem para passar na roleta e sim andar de ônibus que se ela quizesse poderia ir direto pra delegacia que naquele dia, por acaso, eu estava com tempo o suficiente pra perder com a morosa burocracia policial e fazer uma ocorrência, assim seria mais fácil para o meu advogado processa-los.

Aqui perto do Enraizados tem uma esquina que mais parece um inferno para os pedestres e motoristas comuns, quando você dobra a esquina em nossa direção vai ter que desviar de um carro que vive em cima da calçada escrito em letras bem grandes: “Estou na Rifa. Pode parecer piada, mas aprendi em Morro Agudo que aquele símbolo das placas de trânsito, um “E” com uma tarja preta na diagonal, significa que é PROIBIDO ESTACIONAR, enquanto que o símbolo “E” das placas, com duas tarjas pretas cruzadas quer dizer que é PROIBIDO PROIBIR, pois em frente a delegacia 56DP têm duas dessas, rodeadas de carros estacionados em cima da calçada da polícia. É uma falta e respeito tão grande que ultrapassa a lógica do absurdo. A prática é tão comum que já foi naturalizada até mesmo pela nossa polícia civil, que aliás, ao contrário da militar, vem fazendo um bom trabalho aqui no centro, em termos de organizar a nossa bagunça.

Em frente a Delegacia, à esquerda, uma placa de proibido parar e estacionar, ou seria proibido proibir? Ao lado, carros estacionados em cima da calçada.
Em frente a Delegacia, à esquerda, uma placa de proibido parar e estacionar, ou seria proibido proibir? Ao lado, carros estacionados em cima da calçada.

Morro Agudo – Nova Iguaçu – Baixada Fluminense – Rio de Janeiro – Brasil: “Um adorável inferno, graças aos nossos governantes”

Lembre-se: “Governo bom é governo vigiado”.

Pense nisso antes de dar o seu voto a qualquer um.

Até o próximo.

Sobre Dumontt

Produtor Cultural, Ator e Diretor de Teatro.

Além disso, veja

Governar pra quem?

No próximo domingo, dia 26/10/2014 haverá o maior acontecimento da história do planeta, é verdade, também haverá eleição, mas nesse caso eu falo do meu aniversário.

3 comentários

  1. Eles não trabalham e querem zoar com o trabalho dos outros?? KIAI neles!!!
    Mas era moleza eram SÓ 6 contra 1.

  2. Esse dia foi muito louco… uma gritaria, correria… o maneiro foi o Léo da XIII no portão, esperando a quentinha chegar [quentinha de verdade, isto é, o almoço], nem aí para o que estava acontecendo, com aquela cara de paisagem que só ele sabe fazer, enquanto os “agentes especiais” da Sheila estavão putos com ele, achando que ele estava debochando. hehehehehheehe

  3. Responsabilidades de parte a parte.
    Tem muita gente se atrapalhando, desrespeitando direitos dos seres URBANOS. Cidade limpa, calçada para o pedestre, ciclovia para a bike, pontos de ônibus, bilhete único municipal…

    CAXIAS não recolhe seu próprio lixo… tudo sujo… obras inacabadas… Desperdício HUMANO e FINANCEIRO.

Deixe uma resposta para Henrique Silveira Cancelar resposta

Paste your AdWords Remarketing code here