O Rap fica órfão de seu Avô, Gil Scott-Heron…

Morreu na noite de sexta passada (27/05/11) aos 62 anos o ativista, músico, escritor e poeta afro-americano Gilbert “Gil” Scott-Heron, ou simplesmente “Gil Scott-Heron”, como era mundialmente conhecido o autor do famoso poema/canção “The Revolution Will Not Be Televised” (A Revolução Não Será Televisionada), clássico primário que estimulou a forma discursiva e reflexiva para a criação da música “Rap” que conhecemos na atualidade…
De acordo com a sua gravadora, XL Recordings, o Heron faleceu em um hospital de Nova York, por causas ainda desconhecidas.
Nascido na cidade de Chicago em 1949, Gil Scott-Heron ficou conhecido inicialmente por sua poesia e discursos no final dos anos 60, período em que os EUA era palco da luta pelos direitos civis.
Seus primeiros álbuns, “Pieces of a Man’” e “Winter in América”, deram a Heron notabilidade junto à comunidade do Hip-Hop americano, influenciando inclusive o lado ativistas de muitos rappers. Aliás, o grupo de estilo Electrofunk, “COD” trouxe em 1983 às paradas de sucesso o remake do clássico de 1974, “The Bottle”, diga-se de passagem, sucesso absoluto nos bailes de subúrbio do Rio.

Em novembro do ano passado Scott-Heron teria se apresentado em São Paulo – a Meca do Hip-Hop Nacional –, se não fosse o cancelamento de sua vinda por motivos de saúde. O artista aproveitaria este momento para apresentar seu último álbum, “I’m New Here”, e o primeiro em mais de 13 anos, lançado oficialmente nos EUA em fevereiro de 2010.

Gil Scott-Heron será eternamente lembrado por letras inspiradas na sua luta contra o vício das drogas e álcool, além de seu ativismo no combate ao racismo da classe média americana contra afro-americanos

R.I.P.

DJ TR.

http://www.youtube.com/watch?v=gpTUdtrthUI&feature=related

Sobre DJ TR

Além disso, veja

Campo Grande vai ficar pequeno com a presença do Raiz Coral…

Eles são oriundos da mesma região do rapper Mano Brown, o Capão Redondo, localizado ao …

01 comentário

  1. Valeu meu mano, TR. Mandou bem!
    Pena que as pessoas no Brasil em sua maioria tem pouca memória e entendimento do que esse cara significa para a cultura mundial moderna!

    Abraço

Deixe uma resposta para Feijah'N Cancelar resposta