quinta-feira, 13 junho, 2024

Sarau Poetas Compulsivos inovando aos 45 do segundo tempo (07 de dezembro)

O Sarau mais louco do Rio de Janeiro voltou, como sempre reunindo artistas e admiradores de diversas partes do Estado para literalmente “molhar” a palavra. Quem já compareceu em outras edições sabe bem do que estou falando. Dessa vez o encontro será no dia 07 de dezembro e objetivo é reunir vertentes artísticas que utilizam a palavra como matéria prima e integrar gerações.

Vamos misturar atividades como “Poeisa da Hora”, “Slam Poetry”, “Batalha de FreeStyle”, “Escambo Literário”, “Pocket Shows” e “Microfone Aberto”.

Desta vez o Sarau trará novidades únicas como o lançamento OnLine do primeiro CD do grupo U-SAL, do primerio CD do #ComboIO e comemoração dos 13 anos de casamento de Lisa Castro e Átomo.

O lema continua, então Chama geral e se joga no Sarau!!!

PROGRAMAÇÃO

18:00 – Discotecagem;
19:00 – Poesia da Hora;
19:05 – Exibição de videoclipe
19:15 – Escambo Literário;
19:15 – Discotecagem / Open Mic;
20:00 – Poesia da Hora;
20:05 – SLAM Poetry (Sarau de Poesias);
21:00 – Poesia da Hora;
21:05 – SLAM Poetry (Sarau de Poesias);
21:30 – Exibição de videoclipes:
22:00 – Poesia da Hora;
22:05 – Pocket Shows;
23:00 – Poesia da Hora;
23:05 – Open Mic.
00:00 – FIM

SERVIÇO:
Dia 07 de dezembro de 2013
A partir das 18 horas
Confirme no Facebook: https://www.facebook.com/events/182680948591109
Rua Thomaz Fonseca, 508, Morro Agudo, Nova Iguaçu, RJ
Infos: (21)7854-8438 ou ID 83*31601

COMO CHEGAR NO ESPAÇO ENRAIZADOS?
Olhe isto http://www.enraizados.com.br/index.php/contato

Sobre Dudu de Morro Agudo

Rapper, educador popular, produtor cultural, escritor, mestre e doutorando em Educação (UFF). Dudu de Morro Agudo lançou os discos "Rolo Compressor" (2010) e "O Dever Me Chama" (2018); é autor do livro "Enraizados: Os Híbridos Glocais"; Diretor dos documentários "Mães do Hip Hop" (2010) e "O Custo da Oportunidade" (2017). Atualmente atua como diretor geral do Instituto Enraizados; CEO da Hulle Brasil; coordenador do Curso Popular Enraizados.

Além disso, veja

O papel da educação clandestina na formação Política

Este texto reflete sobre o conceito de "Educação Clandestina", destacando sua abordagem contrária ao ensino formal. Explora as lacunas do sistema educacional brasileiro, particularmente em relação à alfabetização e ao letramento nas escolas periféricas. Descreve como movimentos sociais reúnem conhecimentos diversos, ausentes das instituições formais, promovendo uma troca que desafia o status quo. Aponta a importância da conscientização política e da ação crítica na transformação da realidade. Destaca a educação clandestina como um processo contínuo de formação política, capaz de despertar indivíduos para a realidade e capacitá-los a questionar, refletir e agir em prol da mudança social.

Deixe um comentário