Cadeia alimentar

Um dia fui convidado para um evento de luta pela igualdade racial, quando lá cheguei e ia me sentar, fui informado que o lugar que escolhi estava reservado e eu deveria me sentar na fileira de trás. Percebi que alguns negros, para sentirem-se “brancos”, querem alguns “negros” para si, ainda que esses sejam “brancos”.

Alguns desses negros e brancos pertencem às religiões de matriz africanas, que constantemente são vítimas de intolerância religiosa. No entanto, alguns deles não toleram o fato de outro negro ou branco não pertencer às religiões de matriz africana.

Alguns cristãos negros e brancos, não toleram as religiões de matriz africanas, assim como também não toleram os ateus.

Os tais ateus, brancos e negros, precisam desesperadamente que existam as religiões de matriz africana e também o cristianismo, ou já era o seu sentido de ser.

Entre esses ateus há gays, negros, brancos, homens e mulheres. Esses gays são constantemente censurados pelos homofóbicos. Por sua vez, alguns desses gays censuram qualquer um, homem, mulher ou religioso que se oponham a sua orientação sexual, ainda que não sejam esses homofóbicos.

Existem feministas, negros, brancos, religiosos, ateus, gays, homens e mulheres. Algumas dessas feministas querem ser “homem”, para dominar seus homens e também suas mulheres, sejam esses machistas ou não. E assim segue a cadeia alimentar, um devorando o outro.

Sobre Átomo

Além disso, veja

Autodestruição

De um lado, cento e trinta e seis policiais mortos em 2017. Do outro, é …

2 comentários

  1. Bem por aí…
    Diálogo muito complicado, pois cada um quer impor a sua verdade. Resultado disso, é que um progresso só vem em forma de lei, seja ela Áurea, ou contra o preconceito…
    Vamos ficar de olho em quem a gente coloca lá em cima!
    Fui!

Deixe um comentário

Paste your AdWords Remarketing code here