quinta-feira, 30 maio, 2024

Copa Graffiti – O graffiti como instrumento de resgate e valorização da memória local

Muros de 15 estações da Linha 2 do MetrôRio estão ficando de cara nova. Trata-se do Festival Copa Graffiti, que está levando 15 grupos de artistas para as estações da Zona Norte, de São Cristóvão à Pavuna. Graças ao Festival, uma área de 5.4000 m² estão sendo cobertos com painéis temáticos, utilizando o graffiti como uma forma de promover cidadadania, valorizar e preservar o patrimônio público e histórico.

Cada grupo está fazendo um levantamento histórico do bairro de cada estação, pra que os muros retratem personagens, locais e fatos marcantes das regiões, a proposta é resgatar e valorizar a memória e a cultura local.

Cada grupo conta com 20 pessoas, sendo um coordenador, dez graffiteiros, um mediador comunitário, 3 estagiários de uma universidade, um responsável pelo registro de foto e vídeo, e cinco voluntários, que devem ser alunos da rede pública oriundos das oficinas de Graffiti que aconteceram dentro do projeto “Bairro Educador”.

Informações: 
A Copa Graffiti, está acontecendo entre os dias 21 e 31 de Outubro, nas estações Pavunaa, Engenheiro Rubens Paiva, Acari/Fazenda Botafogo, Coelho Neto, Colégio, Irajá, Vicente de Carvalho, Thomaz Coelho, Engenho da Rainha, Inhaúma, Nova América/Del Castilho, Maria da Graça, Triagem, Maracanã e São Cristóvão.

Assista ao vídeo do 9° dia:

[yframe url=’http://www.youtube.com/watch?v=E3GSVeCpsQA’]

Saiba mais:
http://metrorio.com.br
http:/facebook.com/metrodorio
http://youtube.com/metrodorio

Confira algumas das fotos feitas por Ratao Diniz, durante a Copa Graffiti na galeria.

GALERIA

Sobre Marcão Baixada

Rapper, compositor e produtor | Gestor de Conteúdo | Consultor de Comunicação e Plataformas

Além disso, veja

Brisa Flow leva show de lançamento do álbum “Selvagem Como o Vento” para Niterói

A cantora, rapper e multi-instrumentista Brisa Flow se apresenta pela primeira vez em Niterói. O …

Deixe um comentário