DMA: Os meus dias não são mais como os de antigamente

A uns dias atrás recebi um convite do meu amigo poeta e “maratonista” Alessandro Buzo – são vários corres – para participar de um bate-papo  na livraria Suburbano Convicto, que ele tem no Bixiga, no centro de São Paulo.  A idéia era eu chamar meus amigos e fãs para participarem de um bate-papo bem informal.

Aceitei o convite, porque além de participar desse bate-papo eu também já iria cantar no Favela Toma Conta, então fui uns dias antes pra São Paulo e aproveitei que iria fazer uns corres e levei minha namorada e minha filha para dar um rolé de avião pela primeira vez.

Enviei alguns emails e convidei muitas pessoas. Dezenas de amigos e outras dezenas de fãs me ligavam dizendo que estariam presentes, então fiquei bastante animado.

No dia do bate-papo, duas horas antes de começar, recebi uma ligação do Écio Salles e do Nike, dizendo que estavam no Itau Cultural e queriam me ver, então saí da livraria do Buzo, peguei um taxi e fui encontrar meus amigos cariocas, onde troquei altas idéia e revi alguns outros parceiros.

Quando retornei para a livraria já estava na hora de encontrar com a galera, que foi chegando de maneira bem tímida, primeiro um, depois outro, depois mais outro, outros dois e chega, nem mais um. Deu tempo de trocar idéia com um por um, como levei muitos DVDs com o documentário Mães do Hip Hop, fui presenteando a todos que estavam chegando.

O Buzo vendeu todos os meus discos que haviam na livraria – dois discos. Rolo Compressor, um sucesso de vendas. Esgotado!!!
Enquanto eu falava do meu corre a frente do Enraizados, o olhos dos poucos presentes brilhavam, eu via novamente a esperança se renovando e naquele momento uma nova história do Movimento Enraizados estava se construindo.

Havia além de mim, do Buzo, Dimenor e LGe, que já conhecem e participam do Enraizados, mais outras três pessoas.

Acabou o bate papo e o Nenê disse: – Dudu, você nasceu pra isso. Gostaria de ter o dom que você tem. Quando você fala a gente percebe que tudo é possível.

Voltei pra casa do Buzo e quando estávamos nos preparando para fazer o churrasco do dia, recebi uma mensagem do Rappin Hood: -Não teve como chegar hoje, me telefona pra gente falar.

Avião, Taxi, Churrasco… Happin Hood, Thaíde, Pregador Luo.

Hoje, encontro meus amigos do Rio de Janeiro para fazer um show em São Paulo: Pêvirguladez, Léo da XIII, Marechal, Dugghetu…

É!!! Os meus dias não são mais como os de antigamente!!!

Leia mais sobre esse dia: www.buzo10.glospot.com

Dudu de Morro Agudo
dududemorroagudo@gmail.com
http://www.myspace.com/dudumorroagudo

GALERIA

Sobre Dudu de Morro Agudo

Rapper, escritor e empreendedor social. Um perito em transformar sonhos em realidade.

Além disso, veja

De Rap Ente BF: Slow da BF compõe músicas em homenagem a oito lideranças da Baixada Fluminense

Talvez você não conheça o Luiz Claudio, mas certamente, se é do meio hip hop, …

3 comentários

  1. Guarreiros são guerreiros em qualquer lugar ,Força paz na caminhada DMA

  2. essa parada mesmo cumpade!

Deixe um comentário

Paste your AdWords Remarketing code here