É pegar e fazer

Há tempos que falamos aqui neste portal da autonomia que o cenário do Rap na Baixada Fluminense vem adquirindo. Dávamos muita ênfase aos eventos, festas, rodas culturais, batalhas de MCs.

A galera se junta, se organiza, junta uma grana pra alugar um som ou pega emprestado com alguém e faz acontecer. Na 1ª edição vão 10, na 2ª 20, e por aí vai… até o evento conquistar espaço e público. A Banca de Freestyle Enraizados, o MusicAção na Pista, o Baixada Under Fest, o Batidas & Rimas… São alguns dos eventos que vem se firmando como agregadores do público do Hip-Hop na Baixada Fluminense.

Tem gente que acha que selo é coisa de EUA, coisa de quem tem MUITO dinheiro pra investir, e ás vezes é algo que é só pegar e fazer.
Em Nova Iguaçu, acompanho as atividades da D-Club Music, que vem lançando alguns artistas no cenário musical e agora está se organizando para cair pra dentro das produções audiovisuais.

Nith é um dos artistas que lançou recentemente um trabalho pelo selo e se prepara para as filmagens do clipe.

[yframe url=’http://www.youtube.com/watch?v=I1IXmCUhgc0′]

Em Nilópolis, a gente tem o trabalho da Umdergrau Records, que já trampa com música e audiovisual, vem produzindo alguns dos novos artistas do Rap na Baixada Fluminense, além de organizar coletâneas com artistas da região.

Escute diversas músicas no SoundCloud da Umdergrau Records.

[soundcloud params=”auto_play=false&show_comments=true&color=0ac4ff”]https://soundcloud.com/umdergraurecordsselo[/soundcloud]

DIY

Sobre Marcão Baixada

Rapper, compositor e produtor | Gestor de Conteúdo | Consultor de Comunicação e Plataformas

Além disso, veja

Brisa Flow leva show de lançamento do álbum “Selvagem Como o Vento” para Niterói

A cantora, rapper e multi-instrumentista Brisa Flow se apresenta pela primeira vez em Niterói. O …

Deixe um comentário

Paste your AdWords Remarketing code here