Fator Cinderela

Durante toda existência, a Baixada Fluminense sofreu com diversos problemas, desde a falta d’água e esgoto a céu aberto, até escolas mal estruturadas. Muitos problemas persistem até hoje e alguns não estão nem perto de uma solução. Meu pai me conta histórias de problemas da época dele que se encontram do mesmo jeito ainda hoje.

A Baixada Fluminense está à margem e o Estado não olha pra margem, as prefeituras, na maior parte dos mandatos, são abandonadas, os prefeitos fazem o que querem, e alguns não estão nem um pouco preocupados com o que acontece em suas cidades.

Nós, moradores da Baixada, somos basicamente obrigados a trabalhar fora, pois as oportunidades por aqui são pouquíssimas e nem todos tem a sorte de conseguir uma vaga. Para sair ou transitar pela Baixada necessitamos de transporte público, assim como em todas as outras cidades, mas a diferença da Baixada para os outros lugares é o “Fator Cinderela”.

O “Fator Cinderela” é bem simples de entender. Você é livre pra ir onde quiser, mas não na hora que quiser. Você tem até 23h 59Min, pois quando o relógio marcar 00h Puff!!! A fada madrinha acaba com a mágica do transporte. Lógico que não são todos que somem assim do nada, alguns acabam bem antes, tem os ônibus que passam na Dutra em direção a Central, porém os motoristas não param nesse horário, o transporte público por aqui se resume a isso.

Já trabalhei no turno da noite em Copacabana, tinha que sair mais cedo de casa e ficar esperando no trabalho, pois se eu fosse descansar pra sair no horário certo, corria o risco de o motorista não parar pra mim e eu chegar atrasado, se eu conseguisse chegar.

Já saí diversas vezes tendo que esperar o dia amanhecer pra voltar pra casa, tanto no Rio quanto na Baixada.

Isso foi apenas um relato do que acontece na minha querida Baixada Fluminense que é repleta de problemas sim, mas que ainda assim é maravilhosa. As pessoas daqui são as que mais me inspiram, as histórias daqui são as mais impressionantes e pretendo dividi-las com vocês. Nas minhas próximas colunas farei uma série (aceito ideias para o nome) onde contarei algumas histórias e alguns relatos sobre a nossa BXD.

Se curtiu a coluna, compartilha pra chegar na rapaziada, a próxima vou falar sobre………………………………………………………. Cola aqui na próxima quinta que eu te falo.

Sobre Dorgo Dj

Joga nas 11.

Além disso, veja

Nada acontece por acaso e não existe um destino traçado para nós.

Odeio pensar na ideia de não termos controle sobre a vida, a ideia de que …

Deixe um comentário

Paste your AdWords Remarketing code here