Fino Du Rap e Ouroechá lançam videoclipe

Música faz parte do ‘Requebrada’, novo álbum’ do grupo, e conta com a participação das Clarianas

Versos da Beira do Córrego é uma das 12 faixas do álbum Requebrada e acaba de ganhar um videoclipe – disponível no Youtube a partir de 13 de janeiro. O novo trabalho celebra mais uma vez o encontro do rimador Fino Du Rap, com 20 anos de estrada no hip hop paulistano, com o trio instrumental Ouroechá, que completa seis anos de experimentos influenciados pelos sons urbanos.

O clipe foi filmado no Bowl do Arariba, Jardim São Luís, zona sul de São Paulo, e no Morro do Cristo, em Taboão da Serra, com a participação do quarteto e também do Clarianas, grupo musical formado pelas cantoras/atrizes Naruna Costa, Martinha Soares e Naloana Lima que tem como mote a investigação da voz da mulher “ancestral” na música popular do Brasil. Quebra Quebranto é o novo espetáculo musical do conjunto lançado em novembro.

Trata-se de uma música que fala de esperança, de superar as dificuldades que se apresentam no caminho. O título lembra a origem do MC Fino Du Rap, que nasceu em uma pequena vila da capital paulista que ficava próxima ao Parque Arabiba, à beira do córrego da Avenida Carlos Caldeira. Assim como outras vilas da cidade, esta foi destruída pela chuva do final dos anos 80. “O principal recado desse rap é que enfrentaremos os problemas, seremos fortes para superar os perrengues e para reconstruir nossa aldeia”, disse Fino.

Sobre o álbum:

O Requebrada fala sobre as experiências vividas pelos seus integrantes nas ruas de São Paulo. Por meio de crônicas, contos e cantos questiona o que são as beiradas da cidade e seus contextos; relata situações que inspiraram os artistas e canta a teimosia deles em continuar perpetuando o que acreditam por meio de sonoridades orgânicas, beats, samples e rimas.

Algumas obras de Gilberto Gil como “Refazenda”, “Refavela”, “Refestança” (em parceria com Rita Lee) e ”Realce” serviram como ponto de partida para o álbum. E ele conta com a participação de grandes mulheres da cena musical paulistana, cantoras de diferentes estilos musicais, a fim de deixar evidente e homenagear a pluralidade proposta no trabalho. Além das Clarianas, traz Izzy Gordon, voz ícone do jazz paulistano desde a década de 80, Laylah Arruda, referência da música jamaicana e Sound Systems paulistanos, e um sample de Camila Brasil.

Sobre o Fino Du Rap

Fino Du Rap nasceu no Capão Redondo, bairro da zona sul de São Paulo. Com 20 anos de carreira, vivenciou fases e épocas distintas do hip hop paulistano. O MC traz em sua bagagem a essência dos primórdios do rap, com letras que falam da luta por melhores condições sociais, mas sem deixar de lado temas mais abrangentes como o amor e a perseverança.

Uma das marcas do MC e poeta Fino Du Rap é a mistura de estilos. Seu último álbum solo, o “QUIXOTE”, foi lançado em outubro de 2015 e mescla poesia e literatura por meio da batida do hip hop. Neste trabalho, também o samba e o samba-rock se fundem com o rap em letras que falam sobre respeito, amor e a sociedade contemporânea.

Sobre a Ouroechá

Ouroechá, composta por Will Cavagnolli, Sandro Lima e Rafael Franja, propõe mistura e confusões sonoras para, assim, celebrar a pluralidade brasileira.

Durante os seis anos de trabalho, desenvolveu um repertório que deu origem ao primeiro trabalho autoral em estúdio. “PARATUDO” foi produzido por Bruno Pompeu por meio do selo Maria Fumaça, lançado em dezembro de 2016.

A Ouroechá vem sendo a banda de apoio do Fino Du Rap desde o lançamento de seu quinto álbum (“QUIXOTE”), o que deixou evidente aos músicos a necessidade de expressar o processo criativo realizado pelas estradas e vielas por onde passaram.

Vale contar que a Ouroechá realiza paralelamente a cartografia autoral da região sul de São Paulo, onde convida compositores da região, de diferentes épocas e vertentes musicais, para realizar releituras de suas obras a partir de uma pesquisa sonora envolvendo as linguagens brasileiras e a cultura pop mundial.

Sobre Hulle Brasil

Hulle Brasil é uma startap que potencializa artistas e trabalha com base em três pilares: TERRITÓRIO, ETNIA & GÊNERO. Aqui no Portal Enraizados, nossa equipe gera conteúdo a partir destes pilares.

Além disso, veja

Sarau Poetas Compulsivos retorna em março no Quilombo Enraizados

O Sarau Poetas Compulsivos é uma catarse coletiva, um encontro entre poetas, escritores, DJs e …

Deixe um comentário

Paste your AdWords Remarketing code here