Jesséé Yatta e a mentira

O sol nem havia nascido e a casa de Yatta já estava um caos. Jamila aos prantos, fazia a mesma pergunta dezenas de vezes: – Por que?

Yatta assustado, ainda de pijamas, com os olhos entreabertos não entendia bem o que estava acontecendo. Aos poucos observou que havia um objeto na mão de sua esposa. Pôde identificar. Era o seu telefone celular.

Concluiu que o problema estava em seu celular, mas o que seria?

– Por quê? Perguntou mais uma vez Jamila.

– Não estou entendendo Jamila, pode me explicar o que está acontecendo?

– Quem é essa mulher Yatta? Você não poderia ter feito isso comigo. Logo eu que me dedico tanto ao nosso casamento.

– Mas que mulher? Do que você está falando?

Então Jamila o entrega o aparelho telefônico, e nele havia uma mensagem bastante incriminadora.

Nesse momento, Yatta, que era um jovem bastante sério e dedicado a sua família, se viu entre a cruz e a espada, pois para se livrar dessa sinuca de bico teria que entregar o segredo de um de seus melhores amigos, Kashore.

Acontece que na noite anterior, Kashore pediu o telefone de Yatta para enviar um SMS para Zaina, uma jovem negra, de olhos bem grandes que mais pareciam jabuticabas maduras, e que trabalhava na imobiliária onde Kashore havia alugado seu novo escritório.

Eles haviam se encontrado algumas vezes para tomar uns drinks no centro da cidade. Yatta já havia avisado a Kashore que isso certamente não daria certo, pois Hudham, sua esposa, era brava e esperta demais e certamente descobriria a aventura do amigo. Contudo deixou claro também que não queria participar disso, pois poderia sobrar pra ele.

Dito e feito.

A vida de Yatta havia se tornado um inferno, o próprio demônio orquestrava o caos em sua sala de estar. Então ele não teve escolha e contou toda história para sua esposa.

– Jamila, você me conhece e acredita no meu amor por você? Você acha que eu teria motivos para te trair?

– Eu já não sei mais em que acreditar. Meu ódio é justamente por isso, não consigo entender.

– Vou te contar o que está acontecendo. Essa mensagem que você viu, foi o Kashore que enviou para uma mulher chamada Zaina, uma jovem com quem ele está tendo um caso.

– Yatta, você não tem vergonha de envolver seus amigos em seus problemas? Você está acusando o Kashore, isso é sério demais. Se a Hudham sonha com uma coisa dessas, o mata.

– Mas é a verdade, você pode perguntar pra ele, ele não vai negar.

– Yatta, eu já liguei pra ela. Ela em momento algum falou no nome do Kashore.

– Mas ela falou meu nome? Questionou Yatta.

Nesse momento a esposa ficou quieta.

Jamila já havia ligado para Zaina e descarregado todo seu ódio na jovem, que por sua vez disse não saber que “ele” era casado.

– Senhora, desculpe-me!!! Ele não disse que era casado. Eu jamais me envolveria com um homem casado.

– Senhora? Você está me chamando de senhora sua vagabunda? Você está se achando?

– Não, isso é apensa um sinal de respeito, pois não a conheço.

– Nem queira me conhecer. Fique longe do meu marido senão eu te mato… e mato ele também.

– Nunca mais chegarei perto do seu marido, pode ficar tranquila.

Nesse momento Jamila percebe que tempo algum tocou no nome do marido e que talvez a história dele pudesse ser verdade, contudo a bomba maior ainda estava para explodir.

Yatta conseguiu acalmar sua esposa e a chamou para dormir, pois ainda eram 07:30 da manhã. E prometeu que assim que acordassem resolveria as coisas.

Por volta das 08:00 da manhã, Zaina já havia ligado para Kashore e dito que a mulher dele ligou pra ela e a humilhou. Ela realmente não sabia que ele era casado.

Quando recebeu a ligação, Kashore estava a caminho do trabalho e em total desespero pegou o primeiro retorno e voltou pra casa. Chegando, encontrou sua esposa sentada na sala de estar, com a cabeça baixa, olhos lacrimejantes e com uma leve olheira.

Kashore achando que a mulher estava triste por causa de seu caso extraconjugal começou a desculpar-se:

– Querida, eu posso explicar. Ela não significa nada pra mim.

Hudham olhou para o marido e mesmo sem entender, não esboçou nenhum tipo de reação, pois sabia que algo de muito errado estava acontecendo.

Então Kashore continuou sua confissão.

– Foi um momento de fraqueza. Isso não vai mais acontecer.

– Kashore, senta aqui do meu lado e me conte a sua versão desta história.

Nesse momento Kashore abriu seu coração e contou tudo, tudo mesmo.

Horas depois Kashore chega com uma mala na casa do Yatta dizendo pro amigo que algo de muito estranho havia acontecido e perguntando se ele poderia ficar uns dias no seu quarto de hóspedes, até que ele pudesse resolver as coisas.

No fundo da sala estava Jamilla fuzilando Kashore com os olhos.

Sobre @dudumorroagudo

Rapper, empreendedor e coordenador do Movimento Enraizados.

Além disso, veja

A bolha que causa uma falsa impressão do hip hop

Os artistas fake do hip hop prejudicam os que querem trabalhar com profissionalismo Olá leitores …

Deixe um comentário

Paste your AdWords Remarketing code here