quinta-feira, 18 julho, 2024

Licença Para Matar [Do Ventre Pra Fora]

É a minha opinião:

Contradição…
A que luta para que vó, mãe, tenham direito a vida,
É a mesma que quer licença para ser homicida,
Dum embrião.

De véspera morrem os perus,
Não dar a luz… Seja talvez a melhor decisão.
Carrasco já não usa capuz,
Cytotec, cadeira elétrica ou cruz… Qual método mais eficaz de execução?
Para aplicar contra o filho do que estupra.
Poda o bastardo antes que ele cresça, feito bonsai,
Pelo crime horrendo do seu pai,
Não dê-lhe oportunidade de pedir desculpas…

Mas o que falar da que pouco se preocupa… “É sujeito homem, transo ou não”?
Quando devia decidir não decidiu,
DIU,
Ou outra forma de prevenção.
Depois não há discurso que sustenha,
Nem agora.
Lei Maria Da Penha?
É do ventre para fora.

É! Possivelmente não existiria,
Glória, Ângela, Carolina e outras tantas Marias… Na constelação.
Se a senhora sua mãe fizesse o que desse na telha,
E optasse por não tê-la… Você também apoiaria a decisão?
Presumo que não… No meu caso porem, até que não seria má ideia,
Menos um questionador parido,
Expelido,
Feito diarreia.

Mas só que Dona Evanil mesmo solteira criou três,
Fez… Das tripas coração.
Sou prova viva que a irresponsabilidade nossa ou de vocês,
Não é desculpa não.
Mas depois ela se empenha,
Não agora.
Lei Maria Da Penha?
É do ventre para fora.

[soundcloud params=”auto_play=true&show_comments=true&color=0ac4ff”]https://soundcloud.com/u-sal/tomo-licen-a-para-matar-prod[/soundcloud]

Sobre Átomo

Além disso, veja

Autodestruição

De um lado, cento e trinta e seis policiais mortos em 2017. Do outro, é …

Deixe um comentário