quinta-feira, 30 maio, 2024

O APALPE – A Palavra da Periferia

O APALPE – A Palavra da Periferia é um projeto que realizará experimentações estéticas a partir do uso da palavra. Literatura, vídeo, artes plásticas, fotografia, são algumas linguagens presentes
no processo de oficinas, que tem como objetivo promover o encorajamento estético dos participantes, de modo que a memória individual e coletiva, possa se transformar em expressão.

A oficina é inteiramente gratuita e acontecerá aos sábados a partir do dia 10 de julho. São 10 encontros que acontecerão no IBAM (Humaitá) durante todo o dia. Ao final da oficina será realizado um grande evento para exposição de trabalhos e/ou processos.

Para participar da oficina é necessário fazer a inscrição através deste e mail, apalpe2010@gmail.com, ou pelo tel: 2507 2909. Feita a inscrição você deverá participar de um processo seletivo, que acontecerá no dia 03 de julho às 10h da manhã na Praça XI.

Caso queira se inscrever por e mail a ficha segue em anexo. Você deverá preencher todos os campos e reenviar para nós. Você receberá uma confirmação da inscrição e maiores detalhes sobre o processo seletivo.

Por José Carlos de Alcantara
josecarlospeu@ig.com.br

Sobre Instituto Enraizados

O Instituto Enraizados é uma organização de hip hop, nossa "rede" integra hoje 17 organizações que compartilham conhecimento, capacitação e articulação para militância cultural nas periferias dos grandes centros. Lutamos pelo acesso a produção, a expressão e a valorização das diferentes manifestações culturais, fortalecendo o ativismo cultural e o protagonismo juvenil. O hip hop, o audiovisual, as rádios comunitárias e a produção de mídias são elementos que formam e fortalecem a ajuda mútua dos jovens envolvidos.

Além disso, veja

De Jay-Z a Palmares: As histórias por trás do “Galo de Luta”

Paulo Roberto da Silva Lima, conhecido como "Galo de Luta", compartilha sua jornada desde a infância até se tornar um ativista e artista de rap. Inicialmente apelidado de "Sete Galo" devido à famosa moto CBX 750, sua vida foi marcada por desafios e confrontos com a realidade da periferia. Inspirado por figuras como Mano Brown e Malcolm X, Paulo encontrou no rap e na leitura uma maneira de expressar suas ideias e buscar uma transformação pessoal e social. Apesar das dificuldades, sua busca por identidade e consciência o levou a se tornar o "Galo de Luta", um símbolo de resistência e luta por justiça social.

01 comentário

  1. ana paula costad de araujo

    quero participar do projeto apalpe

Deixe um comentário