Sempre conto os segundos pra poder ser o primeiro

Bom dia aos cúmplices e aos concorrentes (pra quem sabe ler, um pingo é letra).

Minha coluna de hoje é para falar do jogo de ontem. Não é zoação, é para narrar um fato que ao meu ver está perturbando a cabeça dos meus amigos vascaínos. Digo isso por conta dos comentários maldosos que venho lendo nas redes sociais, culpando o árbitro, que ao meu ver não tem culpa por este episódio na história de vocês. Também não temos culpa, não adianta nos culpar e ofender via xingamentos, quando a culpa disto tudo é do universo.

Todos sabiam do resultado bem antes do jogo começar, prova disso é essa mensagem que gravei para a rádio BandNews bem na hora do jogo, ouça o que digo.

[soundcloud url=”https://api.soundcloud.com/tracks/144631067″ params=”color=33ff00&auto_play=true&player_type=tiny” width=”100%” height=”18″ iframe=”false” /]

No ano passado, eu e meu amigo átomo fizemos uma música chamada “De segunda à sexta”, que a partir de hoje chamarei carinhosamente de “De vasco à sexta”, onde usamos algumas metáforas para fazer referência aos segundos. E é claro que o vasco é lembrado, assim como “a amante”, Rubens Barrichello, Suplente, etc…

Leia um trecho da letra profética:

[…] lateral direito, suplente, vice, amante
vascaíno, cheio de número dois na estante
medalha de prata, Rubens Barrichello, fevereiro
Sempre conto os segundos pra poder ser o primeiro.

Sendo assim “amigos”, não nos culpe por suas frustrações e uma boa “vasco-feira” para todos(as) vocês.

SAIBA MAIS SOBRE ESSA MÚSICA E VEJA O VÍDEO DA COMPOSIÇÃO

 

 

 

Sobre Dudu de Morro Agudo

Rapper, escritor e empreendedor social. Um perito em transformar sonhos em realidade.

Além disso, veja

Passistas Dancy, de Minas Gerais, lançam clipe da música ‘Vamos Dançar’

Na semana passada estive em São Paulo para uma formação do Sebrae com o British …

Deixe um comentário

Paste your AdWords Remarketing code here