SESC seleciona escritores brasileiros para ‘residência literária’ em Santa Catarina

As inscrições iniciaram no dia 31 de janeiro, e ficam abertas até o dia 05 de março de 2018.

Para participar da seleção, o autor deve possuir entre dois e oito livros publicados em seu nome, e enviar um texto de até 20 páginas através de formulário de inscrições.

O desafio de todo escritor é conseguir se sustentar enquanto escreve seus projetos, e mais ainda, manter o sonho de viver de sua arte.

Para incentivar autores de todo o Brasil no desenvolvimento em escrita literária, o Sesc em Santa Catarina lança edital para Residência Literária em Florianópolis e Blumenau, durante dois meses.

O projeto é uma iniciativa pioneira no Estado e procura suprir uma carência do setor cultural brasileiro, visto que as residências artísticas são amplamente utilizadas no mundo.

É a oportunidade para o escritor morar por um tempo, em outra cidade para dedicar-se exclusivamente à sua obra, além de participar das programações da Instituição.

As inscrições se iniciam no dia 31 de janeiro, e ficam abertas até o dia 05 de março de 2018.

Para participar da seleção, o autor deve possuir entre dois e oito livros publicados em seu nome, e enviar um texto de até 20 páginas através de formulário de inscrições.

Podem ser inscritos projetos em andamento de crônicas, conto, poesia e romance, desde que a obra seja inédita.

O proponente deve ainda enviar uma proposta de ação social para formação de leitores ou escritores, a ser desenvolvida em unidades do Sesc em Santa Catarina, durante o período da Residência.

Serão selecionados dois projetos e os vencedores recebem como prêmio uma bolsa mensal no valor de R$ 5.000,00 (cinco mil reais) pelo período de dois meses de Residência no Hotel Sesc Cacupé, em Florianópolis e no Hotel Sesc em Blumenau, entre 15 de maio e 15 de julho de 2018.

O resultado do processo seletivo será divulgado no site www.sesc-sc.com.br e nas redes sociais do Sesc em Santa Catarina no dia 15 de abril de 2018.

Mais informações no edital do Sesc.

Sobre @enraizados

O Movimento Enraizados é uma organização de hip hop, nossa "rede" integra hoje 17 organizações que compartilham conhecimento, capacitação e articulação para militância cultural nas periferias dos grandes centros, marcadas pela exclusão social e pela falta de alternativas para os jovens, criado em meio ao fogo cruzado de policiais, milícias e bandidos. Lutamos pelo acesso a produção, à expressão e à valorização das diferentes manifestações culturais, fortalecendo o ativismo cultural e o protagonismo juvenil. O Hip Hop, o teatro, o audiovisual, as rádios comunitárias e a produção de mídias são elementos que formam e fortalecem a auto ajuda dos jovens envolvidos.

Além disso, veja

O rap está brigando ao invés de lutar

Enquanto tretas entre BK e Costa Gold crescem na rede, o Brasil e o hip hop descem ladeira abaixo.

Deixe um comentário

Paste your AdWords Remarketing code here