Um Brasil e França divertido no Espaço Enraizados

Dia 15 de junho de 2010 foi um dia muito esperado por alguns, pois era o dia do jogo de estreia da seleção brasileira na copa do mundo e o dia do aniversário do amigo cineasta francês Bruno Thomassin.

A uma semana atrás, em uma das reuniões do Movimento Enraizados, os presentes já faziam planos de fazer um churrasco no dia do jogo e o Bruno planejava comemorar seu aniversário com a rapaziada.

Eu particularmente não fiz muito alarde. Acordei cedo, às 07 da manhã, levei minha filha para escola e mesmo com uma dor que muito me incomodava fui para academia com minha namorada. As ruas estavam verdes e amarelas. Blusas com as cores do Brasil preenchiam corpos de crianças a idosos.

Por outro lado a Simone e a Eliza comandavam de maneira eufórica a produção da festa. Outras pessoas também estavam envolvidas, como Léo da XIII, Ivan, Samuel, Ricardo e para minha surpresa lá estava o Dumontt, com bandeiras do Brasil, e duas cornetas, inclusive me presenteou com uma.

Fui pra casa almoçar porque não sou muito fã de churrasco, mas cheguei no Enraizados a tempo de ver os jogadores entrando em campo e me deparei com o Ivan na churrasqueira – o churrasco que ele faz é bom e até eu que não gosto, me esbaldo. Alguns estavam tensos, outros não estavam nem aí. Minha filha estava devidamente fantasiada para torcer pelo Brasil.

Como diria o Galvão Bueno: – Comééééééééééééça o jogo.

E como diriam os torcedores: – CALA A BOCA GALVÃO!!!

A gente até que começou a ver o jogo, mas a partida não esquentava, então começamos a direcionar nossa energia para a zoação. O Dumontt comandava com sua corneta que emitia um som muito alto e um cheiro insuportavel de gás. O Bruno com sua cornetinha aparentemente humilde, dava uma sopradinha que deixava a do Dumontt no chinelo. O Fabricio e o Léo da XIII comandavam a vuvuzela, mas não conseguiram incomodar ninguém.

Mesmo após muitos PÕÕÕÕÕÕÕÕÕÕÕÕÕÕÕÕÕÕÕÕÕÕÕÕÕÕÕÕÕÕÕÕs, o jogo da seleção não nos dava nenhuma emoção e derrepente acaba, para nossa alegria – e preocupação – um 02×01 vergonhoso em cima da Coréia.

Mas a festa já tava formada no Espaço Enraizados e automaticamente começa a festa do Bruno.

Cantamos parabéns daquele jeito: A ha, U hu… A chuva cai, a rua inunda…

O aniversariante assume o som e lança seu primeiro set encabeçado por James Brown o que deixa os presentes descontrolados. Eu mesmo, esqueci da dor que sentia e parti pra dança e quando olhei para o lado estavam todos dançando. DJ Bruno mandou também muito samba da antiga e foi substituído pela DJ Simone que lançou Tim Maia na caixa amplificada e depois muito rap nacional.

Festa pro Brasil, festa pra França e festa pros Enraizados!!!

VEJA A GALERIA COM AS MELHORES FOTORAFIAS
By DMA

Sobre Dudu de Morro Agudo

Rapper, escritor e empreendedor social. Um perito em transformar sonhos em realidade.

Além disso, veja

FML: As histórias do hip hop da Baixada Fluminense

Eu me chamo Fagner Medeiros de Lima, e no graffiti eu assino FML, porque na …

01 comentário

  1. É mano, o Brasil decepcionou, mas ainda bem que o lance foi divertido. Pensei que ia ser morto pra mim, mas quando cheguei em casa tinha mó galera assistindo ao jogo com cerveja, vodka, mulher e eu caí pra dentro. Ao término do jogo me enquadraram e pediram que eu mandasse um freestyle já cheio de cachaça mas totalmente consciente. Pode Crer

    Paz

    Peter MC

Deixe um comentário