sexta-feira, 24 maio, 2024
Antiéticos e Enraizados

A Banca de FreeStyle Enraizados foi F#%$

Dia 27 de outubro, um sábado escaldante, rolou mais uma edição da clássica Banca de FreeStyle Enraizados, produzida por Léo da XIII. Pra abrir o evento o #ComboIO se apresentou, foram sete músicas que levantaram a galera. Vários convidados e convidadas estiveram presentes.

A MC Nelinha e seu esposo Marcos vieram com um bonde pesado de Itaboraí, entre eles estava o MC CG Cara de Gato, que fez uma apresentação ímpar e ainda brincou de improvisar com os freestyleiros de plantão. Dentre os que se apresentaram, destaco o MC CS, que é um dos participantes da escola de hip hop Enraizados na Arte e que já começa sua carreira solo.

Antieticos

Na hora do Sarau do Rap o Átomo liderou e mandou bem, o Léo da XIII arriscou e mostrou uma poesia que estava engavetada a uns meses.

Mas a estrela do Enraizados vai para os caras do grupo Antiéticos, que deram um grande show de interpretação, mostraram letras e beats bom demais.

Agora é só esperar a próxima banca.

GALERIA

Sobre Dudu de Morro Agudo

Rapper, educador popular, produtor cultural, escritor, mestre e doutorando em Educação (UFF). Dudu de Morro Agudo lançou os discos "Rolo Compressor" (2010) e "O Dever Me Chama" (2018); é autor do livro "Enraizados: Os Híbridos Glocais"; Diretor dos documentários "Mães do Hip Hop" (2010) e "O Custo da Oportunidade" (2017). Atualmente atua como diretor geral do Instituto Enraizados; CEO da Hulle Brasil; coordenador do Curso Popular Enraizados.

Além disso, veja

O papel da educação clandestina na formação Política

Este texto reflete sobre o conceito de "Educação Clandestina", destacando sua abordagem contrária ao ensino formal. Explora as lacunas do sistema educacional brasileiro, particularmente em relação à alfabetização e ao letramento nas escolas periféricas. Descreve como movimentos sociais reúnem conhecimentos diversos, ausentes das instituições formais, promovendo uma troca que desafia o status quo. Aponta a importância da conscientização política e da ação crítica na transformação da realidade. Destaca a educação clandestina como um processo contínuo de formação política, capaz de despertar indivíduos para a realidade e capacitá-los a questionar, refletir e agir em prol da mudança social.

2 comentários

  1. Satisfação total de receber meus irmãos do Antiéticos nessa edição da Banca, orgulho de fazer parte dessa família, tambem.

  2. Foi muito show ter colado no Enraizados juntamente com meus mano CPLP,ZACK ,CG E MC NELINHA,e olha que ja tinha uma cota que eu vinha prometendo em brota purai,Um salve pra geral do Enraizados!

Deixe um comentário