quinta-feira, 13 junho, 2024
Integrantes de instituições da Rede Jovens de Responsa

Alexandre de Maio ministra, no RJ, formação para integrantes da “Rede Jovens de Responsa”, da AMBEV

Ontem, dia 27 de agosto, às 08:00 da manhã, recebi uma mensagem do meu brother Alexandre de Maio comunicando que estava no aeroporto Santos Dumontt para uma atividade no CIEDs. Ele perguntou se “rolava” de eu ir encontrar com ele pra trocar uma idéia, pois a atividade dele seria às 14 horas.

Como eu tinha médico marcado em Nova Iguaçu às 10 da manhã (infelizmente não era cubano), disse que assim que saísse do consultório iria encontrá-lo.

Cheguei no aeroporto ao meio dia, trocamos altas idéias sobre os projetos, as parcerias, almoçamos e fomos para a atividade.

Alexandre de Maio falando sobre mídias sociais
Alexandre de Maio falando sobre mídias sociais

Pra quem não tá ligado(a), o CIEDS é o Centro Integrado de Estudos e Progamas de Desenvolvimento Sustentável, é uma instituição que atua em todo o território nacional e tem sede no Rio de Janeiro. A Ação do CIEDS tem como fundamento a convicção de que o empoderamento do indivíduo, dos grupos e das comunidades precisa ser fortalecido e desenvolvido, visando a uma sociedade mais igualitária.

Quem abriu a atividade foi a Fátima Viscarra, gestora da Lynx e do Jovens de Responsa, falando sobre o objetivo do encontro. Em seguida, Amanda Rahra, da ÉNOIS, falou sobre a história e o processo de produção da revista “Na Responsa”.

Alexandre de Maio fez uma formação em Mídias Sociais para integrantes de instituições ligadas a “Rede Jovens de Responsa”, um programa social da AMBEV. Eu tive o prazer de conhecer o projeto em Heliópolis, São Paulo, no início deste ano. Foi o próprio Alexandre de Maio quem me apresentou o Reginaldo, diretor da UNAS.

Eu participei do processo, mas o Movimento Enraizados – ainda – não faz parte da Rede Jovens de Responsa, porém foram inspiradoras as iniciativas ali apresentadas, as informações passadas pelo Alexandre de Maio foram muito esclarecedoras e por esse motivo resolvi escrever para que mais pessoas soubessem do “Jovens de Responsa”.

 

Assista ao video institucional do Programa Jovens de Responsa

[yframe url=’http://www.youtube.com/watch?v=4Qba3_AGb2w’]

Sobre Dudu de Morro Agudo

Rapper, educador popular, produtor cultural, escritor, mestre e doutorando em Educação (UFF). Dudu de Morro Agudo lançou os discos "Rolo Compressor" (2010) e "O Dever Me Chama" (2018); é autor do livro "Enraizados: Os Híbridos Glocais"; Diretor dos documentários "Mães do Hip Hop" (2010) e "O Custo da Oportunidade" (2017). Atualmente atua como diretor geral do Instituto Enraizados; CEO da Hulle Brasil; coordenador do Curso Popular Enraizados.

Além disso, veja

O papel da educação clandestina na formação Política

Este texto reflete sobre o conceito de "Educação Clandestina", destacando sua abordagem contrária ao ensino formal. Explora as lacunas do sistema educacional brasileiro, particularmente em relação à alfabetização e ao letramento nas escolas periféricas. Descreve como movimentos sociais reúnem conhecimentos diversos, ausentes das instituições formais, promovendo uma troca que desafia o status quo. Aponta a importância da conscientização política e da ação crítica na transformação da realidade. Destaca a educação clandestina como um processo contínuo de formação política, capaz de despertar indivíduos para a realidade e capacitá-los a questionar, refletir e agir em prol da mudança social.

Deixe um comentário