sexta-feira, 24 maio, 2024

Aniversário de Queimados vai ter vários shows gratuitos de 29/11 a 02/12

A Globo Rio promove, de 29 de novembro a 2 de dezembro, uma grande festa para comemorar os 22 anos da emancipação da cidade de Queimados em parceria com a Prefeitura.

Serão quatro dias de muitos shows gratuitos para a população na Praça dos Eucaliptos, a partir das 20h. A programação terá apresentações para todos os gostos, incluindo artistas como Erasmo Carlos, que se apresenta pela primeira vez na Baixada, e os grupos Detonautas, Nosso Sentimento e Disfarce, entre outros.

A comemoração começa na quinta-feira, dia 29, com shows dos grupos gospel Trazendo a Arca, Ministério de Louvor da Assembléia de Deus de Queimados (ADEQ) e Banda Podium.

Na sexta-feira, dia 30, o grupo Rosa de Saron anima o público ao som do seu Rock Cristão. Em seguida, os roqueiros do Detonautas sobem ao palco cantando sucessos como “Outro Lugar”, “Tênis Roque” e “Olhos Certos”.

No sábado, dia 1º, quem irá comandar a festa será o eterno “Tremendão”, Erasmo Carlos, dono de sucessos como “É Proibido Fumar” e “Gatinha Manhosa”. Já no último dia de comemoração, domingo, dia 2, o pagode toma conta da noite com os shows dos grupos Disfarce, Exatamente e Nosso Sentimento.

22º Aniversário de Queimados
Dia: de quinta-feira, dia 29, até domingo, 2 de dezembro
Horário: a partir das 20h.
Local: Praça dos Eucaliptos – Rua Hortência, s/nº – Centro.
Entrada gratuita
Classificação livre

Programação do 22º aniversário de Queimados, Baixada Fluminense

DIA 29/11, quinta-feira
20h – Trazendo a Arca, Ministério de Louvor da Assembléia de Deus de Queimados (ADEQ) e Banda Podium

DIA 30/11, sexta-feira
20h – Rosa de Saron e Detonautas

DIA 01/12, sábado
20h – Erasmo Carlos

DIA 02/12, domingo
20h – Disfarce, Exatamente e Nosso Sentimento

Sobre Samuca Azevedo

O coteúdo deste texto não reflete a opinião do Portal Enraizados ou do Instituto Enraizados, e é de inteira responsabilidade do autor. Samuel Azevedo é ator e produtor cultural, atualmente é Presidente do Instituto Enraizados.

Além disso, veja

O desafio dos trabalhadores da arte na Baixada Fluminense no pós pandemia

Após um longo processo de descaso, a Baixada Fluminense toma fôlego e tenta se reestruturar …

3 comentários

  1. eu gostei muito do aniversario

  2. eu adorei o show que teve em queimados.eu amei muito quando foi o nosso sentimento em queimados

  3. Quem pagou a conta foi o próprio povo. Deixou de receber melhores ruas, remédios, escolas.
    Vc acha que o artista foi para Queimados pegar seus 100 ou 200 mil de cache porque AMA Queimados?
    A Baixada toda possui talentos e Queimados poderia apresentar valores muito bons e valorizar seu povo.

Deixe um comentário