quinta-feira, 30 maio, 2024

“Mano” Mademoiselle posta rap contra homofobia no youtube

Estava em casa terminando umas matérias para o meu blog quando recebi este vídeo, não tenho muito o que falar porque o quero ver mesmo são os comentários, só sei que achei muito foda, tecnicamente falando, rimas super maneiras e protesto legítimo.

Para os que procuravam um MC homosexual, aí está. E tem um comentário muito maneiro no youtubube, onde diz: “Acho que tem espaço pra todos, o rap não pode ir contra quem se manifesta pra se defender, ou protege uma idéia, pelo menos a música tem rima e tem expressão, tem muito mano da antiga no rap que não rima um terço disso aí”.

Concordei!!!

[yframe url=’http://www.youtube.com/watch?v=tzG8YbyQG7A’]

Sobre Dudu de Morro Agudo

Rapper, educador popular, produtor cultural, escritor, mestre e doutorando em Educação (UFF). Dudu de Morro Agudo lançou os discos "Rolo Compressor" (2010) e "O Dever Me Chama" (2018); é autor do livro "Enraizados: Os Híbridos Glocais"; Diretor dos documentários "Mães do Hip Hop" (2010) e "O Custo da Oportunidade" (2017). Atualmente atua como diretor geral do Instituto Enraizados; CEO da Hulle Brasil; coordenador do Curso Popular Enraizados.

Além disso, veja

O papel da educação clandestina na formação Política

Este texto reflete sobre o conceito de "Educação Clandestina", destacando sua abordagem contrária ao ensino formal. Explora as lacunas do sistema educacional brasileiro, particularmente em relação à alfabetização e ao letramento nas escolas periféricas. Descreve como movimentos sociais reúnem conhecimentos diversos, ausentes das instituições formais, promovendo uma troca que desafia o status quo. Aponta a importância da conscientização política e da ação crítica na transformação da realidade. Destaca a educação clandestina como um processo contínuo de formação política, capaz de despertar indivíduos para a realidade e capacitá-los a questionar, refletir e agir em prol da mudança social.

9 comentários

  1. Realmente o corre da Mademoiselle é muito maneiro! Máximo respeito.

  2. Mademoiselle Bomba no Programa Donas da Arte!!! Somos fã dela!!!
    E essa rima ficou tudoooo!!!

  3. Alguém tem contato dele? Gostaria de convidá-lo pra apresentar-se em um show num centro social do qual participo.

  4. por mim ele é bem vindo, acho tambem que só vem pro rap os que sofrem de qual quer motivo.

  5. A rainha do rap. Não tem ninguém melhor pra protestar e rimar como ela.

  6. Se o Rap é a voz do “Excluído” ..que o “Excluído” faça dele o instrumento de seu grito!

  7. fala Danillo e o pessoal ae q fortaleceu meu som. fico grata desde já a todos tá? entao pra quem quiser entrar em contato comigo só acessar e me adicionar no facebook.com/lulumonamour

  8. Lulu manda muito bem. A bandeira arco-íris chegou enfim ao rap.

Deixe um comentário