sexta-feira, 21 junho, 2024

Na rede o documentário sobre o Hip Hop em Madrid

“Madrid Rap” é um projeto que consiste num documentário de quatro episódios focados na comunidade Hip Hop madrilenha e na sua maneira de viver a cultura Hip Hop. Estes documentários vão estar disponíveis para visualização na internet e poderão ser adquiridos num duplo DVD.

O projeto está a ser trabalhado desde junho de 2010 e inclui a participação de mais de 60 artistas, alguns dos quais vão sendo acompanhados em estúdio, em concertos, na gravação de videoclips ou em trabalhos de promoção.

Com cerca de 1 hora de duração, o primeiro dos episódios, “El Hip Hop y La Ciudad”, já foi disponibilizado e pode ser visualizado em: www.madridrap.com.

[yframe url=’http://www.youtube.com/watch?v=BFD4BTWp5T4&feature=player_embedded’]

Fonte: http://www.h2tuga.net

Sobre Dudu de Morro Agudo

Rapper, educador popular, produtor cultural, escritor, mestre e doutorando em Educação (UFF). Dudu de Morro Agudo lançou os discos "Rolo Compressor" (2010) e "O Dever Me Chama" (2018); é autor do livro "Enraizados: Os Híbridos Glocais"; Diretor dos documentários "Mães do Hip Hop" (2010) e "O Custo da Oportunidade" (2017). Atualmente atua como diretor geral do Instituto Enraizados; CEO da Hulle Brasil; coordenador do Curso Popular Enraizados.

Além disso, veja

O papel da educação clandestina na formação Política

Este texto reflete sobre o conceito de "Educação Clandestina", destacando sua abordagem contrária ao ensino formal. Explora as lacunas do sistema educacional brasileiro, particularmente em relação à alfabetização e ao letramento nas escolas periféricas. Descreve como movimentos sociais reúnem conhecimentos diversos, ausentes das instituições formais, promovendo uma troca que desafia o status quo. Aponta a importância da conscientização política e da ação crítica na transformação da realidade. Destaca a educação clandestina como um processo contínuo de formação política, capaz de despertar indivíduos para a realidade e capacitá-los a questionar, refletir e agir em prol da mudança social.

01 comentário

  1. Mano, vendo esse video tive alguma identificação com o hip hop brasileiro, pelo menos aqui em Morro Agudo, parece que os caras respiram hip hop, ficou irado.

Deixe um comentário