sábado, 24 fevereiro, 2024

Álcool x Maconha – Lícito ou ilícito?

Dia desses um amigo no Facebook postou sua opinião a respeito da liberação da maconha…

“O álcool causa mais danos a sociedade, ao indivíduo e aos familiares e, é uma droga lícita. Não entendo porque não liberam a maconha.”

Quando li isso entrei em desespero. O que esse cidadão estava tentando me dizer? Concordo plenamente quanto aos efeitos do álcool na vida de dependentes.

O alcoolismo é seguramente o grande vilão no que diz respeito aos desmoronamentos afetivos entre familiares. Muitos são os filhos, as esposas e as mães que se vêem impotentes diante da devastação causada pela embriaguez.

Sem falar na esfera de alcance… No trânsito, nas baladas, no ciúme, na coragem desmedida, etc.

A partir do quanto uma coisa é pior para justificar a outra, me parece meio louco! Onde está o erro? No fato do álcool ser uma droga danosa e lícita ou na maconha ser uma droga menos danosa e ilícita? A discussão não deveria ser o que levou a liberação de uma substância tão prejudicial como o álcool? Imagino que os cervejeiros de plantão devam estar furiosos comigo, mas se acalmem. A indireta não é pra vocês, a não ser que queiram…

O papo aqui é com a “sociedade” que tolera tantos disparates. Aqui estamos assim: “Hollyood” era o sucesso e “Free “ questão de bom senso, mas hoje “É proibido fumar neste local Lei 9.294” e “Programas antitabagismo estão no Google”. Nos info-comerciais “Se beber não dirija” e “É proibida a venda de bebidas alcoólicas para menores de 18 anos Lei 14.592”.

Confuso, não acha?!

O que eu quero entender de fato é: até quando vamos ser manipulados e crédulos no que diz respeito à nossa ilusória independência? Será que não é óbvio que eles “liberam” o que bem entendem e depois é somente o depois? Levantem suas bandeiras, marchem por seus direitos, porque poucos são os que sabem que a beleza dos cavalos selvagens está na sua liberdade. Venha para onde está o sabor, venha para o mundo de “Marlboro” e não permita que “façam sua cabeça”.  Porque o gigante não está mais adormecido, a cerveja desce redonda e você continua sendo “Free”, por uma questão de bom senso.

#FicaDica, mas só se achar que é pra você…

 

Sobre Cristiane de Oliveira

Produtora Cultural, Head na Agência #TudoNosso, CupCake Designer na CupCake da Cris, mãe, mulher, escorpiana e absolutamente mutante nesse mundo de imperfeições.

Além disso, veja

Quanto vale o show?

Sexta feira (03/10), eu e marido embarcamos a trabalho rumo a "Terra da Garoa". Isso mesmo, a terra que, segundo as músicas, não tem amor. Embarcamos felizes e entusiasmados no Rio de Janeiro, com reservas para retorno no domingo, a tempo de irmos as Urnas cumprir nosso papel cidadão. Até aí tudo bem...

01 comentário

  1. Que matéria tão inútil.
    Perdi meu tempo lendo isso.

Deixe um comentário