segunda-feira, 15 abril, 2024
Diamante MC e Imperatriz

Diamante MC e Imperatriz convocam em vídeo a molecada para o “Enraizados na Arte”

No dia 20 de setembro inicia o projeto “Enraizados na Arte”, a primeira escola de hip hop do Brasil. Os Enraizadinhos, Diamante MC e Imperatriz, que apesar de serem bem novos, já fazem parte do Movimento Enraizados a alguns anos, estão convocando a molecada para participar do novo projeto.

Diamante gravou primeiramente o spot que rola diariamente na Rádio Enraizados e a desde o dia 08 de setembro está sendo veículado também na Rádio Roquette Pinto (94,1FM) e na Multisoul FM. Agora ele e a Imperatriz tiveram a idéia de gravar um comercial para ser veículado na internet, no blog dos parceiros, convocando a molecada para participar da Escola de Hip Hop.

A equipe de instrutores é pesada, formada por Luck GBCR (Break), Léo da XIII (Rap), Soneca (DJ) e Nextwo (Graffiti), além da Lisa Castro e Samuca Azevedo ministrando militância e cultura de direitos, que é a parte que dá o tempeiro na escola, nunca praticar a arte pela arte.

A idéia é que as crianças e adolescentes aprendam as técnicas dos elementos do hip hop, criem suas primeiras obras, tenham acesso aos artistas do hip hop –  que visitarão a sede do Enraizados mensalmente para um bate papo com a molecada – e façam passeios que inspirem na criação de suas obras.

As inscrições são gratuitas, estão sendo feitas no Espaço Enraizados, em Morro Agudo.

[yframe url=’http://www.youtube.com/watch?v=1NOW3cFoIsE’]

Mais Informações
(21)2768-2207
www.enraizados.org.br/naarte

Sobre Dudu de Morro Agudo

Rapper, educador popular, produtor cultural, escritor, mestre e doutorando em Educação (UFF). Dudu de Morro Agudo lançou os discos "Rolo Compressor" (2010) e "O Dever Me Chama" (2018); é autor do livro "Enraizados: Os Híbridos Glocais"; Diretor dos documentários "Mães do Hip Hop" (2010) e "O Custo da Oportunidade" (2017). Atualmente atua como diretor geral do Instituto Enraizados; CEO da Hulle Brasil; coordenador do Curso Popular Enraizados.

Além disso, veja

O papel da educação clandestina na formação Política

Este texto reflete sobre o conceito de "Educação Clandestina", destacando sua abordagem contrária ao ensino formal. Explora as lacunas do sistema educacional brasileiro, particularmente em relação à alfabetização e ao letramento nas escolas periféricas. Descreve como movimentos sociais reúnem conhecimentos diversos, ausentes das instituições formais, promovendo uma troca que desafia o status quo. Aponta a importância da conscientização política e da ação crítica na transformação da realidade. Destaca a educação clandestina como um processo contínuo de formação política, capaz de despertar indivíduos para a realidade e capacitá-los a questionar, refletir e agir em prol da mudança social.

3 comentários

  1. Muito lindo o meu filhoteeee!!!!!! Muito orgulho desse tal Diamante MC, tenho certeza que ele chegará onde quiser, não haverá limites, pois ousadia e coragem ele tem!!!! Parabéns meu filho!!!

  2. AHHHHHH, muuuito maneiro, ainda não tinha visto, ficou show de bola. Meus queridos Diamante e Imperatriz estão de parabéns.
    OBS: ADOREI o: “ONDE? NO MOVIMENTO ENRAIZADOS, AH!!!

Deixe um comentário