Luiz Carlos Dumontt

Sobre os 12 Beneficiados do Mensalão e a Legalidade do Estado.

Por mais que eu tente, não consigo entender a lógica da legalidade no Estado Brasileiro. É impressionante como se consegue tirar elefantes de uma cartola quando o objetivo é armar mais uma pra salvar e livrar certos condenados poderosos da cadeia, ou então como se consegue resolver rapidamente processos, fazer Leis e outros bichos mais pra punir o cidadão comum que deseja exercer o seu direito constitucional de se manifestar.

A condição atual do Estado brasileiro é de total falta de decoro em todas as esferas de poder e representatividades no âmbito do executivo, legislativo e judiciário. As vezes eu acordo pessimista demais pra acreditar em alguma mudança significativa, mas luto contra esse câncer da inércia, da estupidez e da selvageria fatalista e me imponho uma repreensão sistêmica para abafar o mal e resplandescer a confiança em dias melhores.

Mas, confesso que em relação à luta intensa com o meu ser interior, no campo da minha própria subjetividade, as coisas são bem mais fáceis de serem resolvidas. Ao contrário da nossa política, que depende de acordos, conchavos, articulações e concessões. Talves a pior parte dessa merda toda seja simplesmente aquele grão de feijão que é retirado, lavado, temperado e colocado no nosso prato para que comamos, e quando alguém descobre que há algo de errado, só conta pra geral se não derem um cala a boca adequado pra ele.

Se cada povo tem os governantes que merecem, talves sejamos um dos piores povos do planeta, porque dessa corja que aí está no poder, o mais limpo está todo cagado.

Vou aproveitar para dar uma de mãe diná e fazer algumas previsões sobre esse novo processo do mensalão. Dos 12 condenados apenas 2 cumprirão as suas penas em regime fechado, no primeiro momento apenas. [isso porque eu sou otimista!]

Não, eu não tenho bola de cristal, não sou cartomante, quiromante, vidente etc e tal, não sou mago, bruxo, pai de santo e não tenho o dom da adivinhação. Sou apenas um cidadão comum que está cansado de ver coisas parecidas acontecerem o tempo todo nesse país do jeitinho brasileiro. [Jeitinho brasileiro é o nome engraçadinho que damos para a nossa própria corrupção]

Sou apenas mais um zé povinho prevendo o fim de mais um espetáculo circence, teatral, cinematográfico ou seja lá o que se queira chamar.

Se toparem, podemos fazer até um bolão.

Alguém se arrisca?

Vai de brinde o video do João Revolta sobre o assunto, que eu garimpei no Youtube.

[yframe url=’http://www.youtube.com/watch?v=mvTBgpZpG9Y’]

Sobre Dumontt

Produtor Cultural, Ator e Diretor de Teatro.

Além disso, veja

Direito ao contraditório.

Nesta eleição tenho reparado que alguns colegas tem reclamado muito de serem hostilizados por pessoas …

Deixe um comentário

Paste your AdWords Remarketing code here